Cultura

Ilustradores lusos distinguidos por revista dos EUA

Os ilustradores portugueses André Carrilho, André da Loba e João Fazenda acabam de ser distinguidos pela revista norte-americana 3x3, considerada a mais importante publicação internacional dedicada à ilustração contemporânea.
Versão para impressão
Os ilustradores portugueses André Carrilho, André da Loba e João Fazenda acabam de ser distinguidos pela revista norte-americana 3×3, considerada a mais importante publicação internacional dedicada à ilustração contemporânea.
 
A publicação 3×3 premeia anualmente, com um grande prémio, medalhas de ouro, prata e bronze, aqueles que considera ser os melhores ilustradores a nível internacional, tendo já distinguido, em anos anteriores, autores portugueses como Gonçalo Viana, Marta Madureira e André Letria.
 
Este ano, o caricaturista André Carrilho conquistou cinco distinções, incluindo uma medalha de ouro, nas categorias de cartoon/banda desenhada, animação, editorial e retratos.

André Carrilho, 38 anos, é o mais internacional dos ilustradores e caricaturistas portugueses da atualidade, colaborando como várias publicações estrangeiras, entre as quais a Vanity Fair, New Yorker, Los Angeles Magazine. É ainda autor de curtas-metragens de animação.
 
Além de Carrilho, a 3×3 Magazine atribuiu também uma medalha de ouro a André da Loba, na categoria animação, e uma medalha de bronze a João Fazenda, na categoria livros.
 
André da Loba, que vive em Nova Iorque, onde estudou ilustração, foi considerado um dos 200 melhores ilustradores de todo o mundo pelo Lurzer's Archive e é colaborador regular do diário New York Times.
 
Ilustrou várias obras, algumas para a infância, como «Elefante em loja de porcelana», de Adélia Carvalho, e «Pensamientras», com texto de Eugénio Roda, e constrói ilustrações com volume, como uma extensão do que já faz no papel.
 
João Fazenda, que se divide entre Londres e Lisboa, soma vários prémios internacionais, reparte-se entre o desenho de imprensa, a ilustração para a infância, a banda desenhada e, mais recentemente, o cinema de animação.
 
O trabalho de todos os premiados deste ano será publicado numa edição da revista 3×3, no inverno. O grande prémio deste ano foi atribuído a Chris Thornley, do Reino Unido.

Clique AQUI para aceder à lista de premiados.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close