Mundo

Idoso mantém esposa lúcida lendo diário do casamento

Esta é uma história de amor verdadeiro. Um idoso britânico, de 91 anos, ajuda a sua mulher a manter a memória saudável lendo-lhe diariamente excertos do diário que manteve durante os 70 anos de casamento do casal.
Versão para impressão
Esta é uma história de amor verdadeiro. Um idoso britânico, de 91 anos, ajuda a sua mulher a manter a memória saudável lendo-lhe diariamente excertos do diário que manteve durante os 70 anos de casamento do casal.
 
Amar e cuidar até que a morte nos separe. Estes votos de casamento nem sempre se chegam a cumprir mas o britânico Jack Potter faz questão de permanecer fiel ao amor da sua vida. Todos os dias, o idoso visita a sua mulher que sofre de demência no lar onde está a viver em Kent, Inglaterra.
 
Durante as visitas, o marido de Phyllis Clayson lê à sua esposa entradas do diário que manteve desde que se casaram, em 1943, quando ainda decorria a II Guerra Mundial. No seu diário, Jack apontou o dia em que conheceu a mulher.
 
“Cheguei a casa e escrevi no diário que a tinha conhecido, penso que o fiz porque senti que era um momento que iria mudar a minha vida”, contou o idoso ao jornal britânico Daily Mail.
 
Devido à sua doença, há cerca de 20 anos a mulher de Jack teve de sair de casa e ficar alojada num lar onde recebe o apoio médico que necessita. Mas Jack visita todos os dias a mulher e ajuda Phyllis a reconstruir a sua memória e a lutar contra a demência lendo-lhe passagens do diário.
 
“Além dos textos também lhe mostro as nossas fotografias da época em que viajávamos de caravana” e “as fotografias mais recentes com os nossos cães para que ela se mantenha consciente da vida dela”, explica Jack Potter ao Daily Mail.
 
No mês passado, o casal celebrou 70 anos de casamento. Apesar dos anos que passaram e da doença de Phyllis, o casal continua apaixonado. Jack afirma que, sempre que o vê, a mulher estica os braços para o abraçar.

Sobre o segredo do seu casamento, Jack diz que o casal vive sob o lema “O que será, será”, no sentido de não criar expetativas e aceitar o que a vida tem para oferecer.

Costuma dizer-se que a realidade supera a ficção e, neste caso, foi mesmo o que aconteceu já que a história deste casal faz recordar o filme norte-americano “The Notebook” (ver trailer abaixo), realizado por Nick Cassavetes e estreado em 2004 nos EUA. O argumento foi baseado num livro de Nicholas Sparks.

[Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close