Sociedade

Idosas de Madagáscar tornam-se engenheiras solares

Sete mulheres idosas da ilha de Madagáscar partiram para a Índia para aprenderem as técnicas de produção de energia solar. As matriarcas vão tornar-se em engenheiras solares para que possam melhorar as qualidades de vida das suas aldeias rurais.
Versão para impressão
Sete mulheres idosas da ilha de Madagáscar partiram das suas aldeias rurais para a Índia para se tornarem em engenheiras solares. Ao longo de seis meses, as matriarcas vão aprender as técnicas de produção de energia renovável para que possam passar o testemunho à sua comunidade e proporcionar energia solar a várias aldeias daquele país africano.
 
O programa desenvolvido pelas organizações não-governamentais (ONG) Barefoot College e WWF pretende melhorar a qualidade de vida destas comunidades e eliminar a sua dependência de diesel, querosene e de velhas baterias descartáveis, utilizadas por grande parte das pessoas em Madagáscar nas suas atividades diárias.
 
“Estes sistemas solares vão ser a fonte principal de iluminação destas comunidades, que atualmente não têm outras formas de produção de energia que não sejam as fontes insustentáveis de querosene, diesel e de velhas baterias descartáveis”, explica a WWF no seu site oficial.
 
Jean-Philippe Denruyter, responsável do setor de Energia Renovável da WWF, acredita que a utilização de energia solar vai permitir eliminar quase por completo a dependência destes compostos por parte das aldeias rurais de Madagáscar.

A iniciativa pretende garantir eletricidade a 390 famílias
 

As estudantes vão ser acolhidas no Barefoot College, no estado indiano de Rajasthan, uma organização de ensino onde uma das principais apostas educativas se destina à qualificação de mulheres de zonas rurais para a produção de sistemas elétricos alimentados com energia solar. Até hoje, a organização conseguiu formar mais de 700 engenheiras nesta área.
 
Com esta iniciativa, as duas organizações não-governamentais envolvidas esperam poder garantir sistemas de eletricidade a 390 famílias em aldeias localizadas na área protegida da floresta de Madagáscar. “As comunidades locais são os mordomos destas terras e a ligação entre as questões ambientais e sociais”, salientou Jean-Philippe Denruyter.
 
“A energia solar em zonas rurais não só reduz a dependência de subsídios governamentais ineficientes destinados a combustíveis fósseis dispendiosos, como também contribui para melhorar os meios de subsistência, as oportunidades de educação e o desenvolvimento de comunidades rurais pobres”, acrescentou.

“Educa uma avó, muda o mundo!”

Image and video hosting by TinyPic
[Kamla Devi, a primeira mulher engenheira solar, em 1986]

Esta é a primeira vez que a WWF integra um programa de ensino da Barefoot College. As duas organizações uniram-se no âmbito da iniciativa “Educa uma avó, muda o mundo”, que se dedica a ensinar mulheres mais velhas vindas da Índia, Afeganistão e África.

A organização indiana, que traduzindo para português ganha o nome de 'Universidade dos Pés-Descalços', já educou mais de 700 avós de 49 países diferentes através deste programa, que contribuíram para levar luz a 450 mil pessoas e reduzir em 13 toneladas as emissões de carbono diárias.

A Barefoot College dedica-se à procura de soluções para a falta de bens essenciais e de condições sustentáveis de vida em comunidades rurais empobrecidas, ao longo de mais de 40 anos de atividade. Entre homens e mulhers, crianças e adultos, a organização garante a melhoria de vida com base na educação e na independência destas pessoas.

O fundador desta universidade única no mundo é Bunker Roy, um indiano de classe média alta de Bombaim que decidiu dedicar a sua vida às pessoas mais carenciadas e fundar a Universidade dos Pés-Descalços, em 1972. O ativista escolheu seguir uma carreira de empreendedor social, rompendo com os dogmas da sociedade indiana vigente.

Atualmente, as ações desta organização solidária são reconhecidas por todo o mundo, tendo garantido a Bunker Roy – que, em 2011, deu uma Ted Talk que conquistou as redes sociais (ver vídeo abaixo) – a distinção de uma das pessoas mais influentes do planeta, segundo a revista norte-americana Times.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close