Mundo

Hotel dá abrigo a cães abandonados e incentiva adoções

Há um hotel norte-americano onde os hóspedes são recebidos por "rececionistas" de quatro patas e, quem sabe até, com uma lambidela. dá, abrigo a vários cães abandonados, que convivem com os clientes e, muitas vezes, ganham um novo lar.
Versão para impressão
Há um hotel norte-americano onde os hóspedes são recebidos por “rececionistas” de quatro patas e, quem sabe até, com uma lambidela. O Asheville Downtown Hotel, no estado da Carolina do Norte, dá, desde Julho do ano passado, abrigo a vários cães abandonados, que convivem com os clientes e têm, assim, mais oportunidades de encontrar um lar.
 
Inaugurado em 2012, o hotel, que também autoriza os hóspedes a fazerem-se acompanhar dos seus animais de estimação durante a estadia, celebrou um acordo com uma associação, a Charlie's Angels Animal Rescue, que salva cães abandonados do abate em canis.
 
À chegada ao hotel, há sempre um cão diferente a dar aos viajantes as boas-vindas. De trela e com uma camisola a dizer “Adota-me”, o animal saúda os hóspedes, que acolhem esta iniciativa inédita em todo o país com satisfação.
 
“Sentimos que estamos a salvar vidas”, disse Christine Kavanagh, diretora de vendas do grupo Aloft, que detém o hotel, à agência noticiosa. Segundo Kavanagh, “os hóspedes adoram” e podem conviver com os animais em vários locais específicos da unidade hoteleira. Caso queiram, os viajantes podem passeá-los e levá-los até ao restaurante ou ao bar, só não estando autorizados a deixá-los pernoitar nos quartos.
 
A família Trantham, de Atlanta, foi uma das que levou para casa um novo amigo. Jan Trantham e o marido, Will, adotaram um Shih-tzu de dois anos, chamado Jackson, pelo qual se apaixonaram de imediato durante o 'check-in'. “Sempre que saíamos, um de nós dizia: 'vamos voltar para o hotel e ver o Jackson'. Não conseguíamos parar de pensar no cão”, recordou Trantham. 
 
Segundo a diretora de vendas do hotel, a iniciativa é também uma forma de os animais e de os hóspedes socializarem. “Temos um pequeno parque junto à receção e, às vezes, acumula-se ali uma grande multidão, porque um cão é uma boa razão para conversar”, frisou Kavanagh. “O nosso hotel aproxima as pessoas para que se possam misturar e, quem sabe, adotar um animal”, finalizou.
 
Desde que a parceria começou, há cerca de oito meses, o número de adoções duplicou e 14 cães encontraram novas famílias. Os responsáveis do hotel e da associação esperam, agora, que este programa de adoção se torne permanente e possa ser alargado a outras unidades da cadeia hoteleira Aloft.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close