Negócios e Empreendorismo

Hortas escolares: Jovem cria empresa especializada

NULL
Versão para impressão

Uma jovem de Braga, Susana Caseiro, 34 anos, licenciada em Engenharia Biológica pela Universidade do Minho, desenvolveu uma empresa, a Plantit, que cria hortas e jardins ecológicos em espaços urbanos ou locais com limitação de área e de solo. Os principais clientes da sua empresa são as escolas, para as quais desenvolveu um projeto complementar, a “horta eco pedagógica”.

O objetivo que está por detrás deste conceito é incentivar hábitos alimentares saudáveis e impulsionar projetos de educação ambiental. As escolas que aderiram ao projeto podem também vender o excedente de legumes e plantas à comunidade.

Para a jovem empresária este novo conceito destina-se, sobretudo, a apoiar professores e profissionais da educação na utilização do espaço exterior como um recurso prático no plano curricular.

Esta é uma forma de promover o trabalho em equipa nas escolas e ainda das instituições envolvidas alcançarem o status de Eco Escola. Por outro lado, “o projeto permite dinamizar as atividades centradas na agricultura biológica, como por exemplo, a compostagem, a alimentação saudável e a educação ambiental”, referiu Susana Caseiro em comunicado.

Foi nesta lógica que a jovem empresária lançou o concurso “Reinventei o Jardim da minha escola”, para instituições de ensino básico (1º ciclo) e jardins-de-infância do distrito de Braga. Esta iniciativa consiste em reutilizar embalagens e transformá-las em vasos, através das artes plásticas.

Depois de concluídos, os alunos podem plantar legumes aromáticos e medicinais ou mini frutas como morangueiros, tendo ainda que inventariar a evolução da horta-jardim através de desenhos e textos.

 Hortas modulares e a internacionalização

A empresa bracarense tem outro produto que dá pelo nome de “Plant Bio” e é único no país. Este é um conceito de hortas modulares, sempre com a harmonia paisagista e ambiental presentes, em apartamentos, pátios, terraços ou superfícies compactas como relvados, pisos em terra e jardins.
 

Image and video hosting by TinyPic

No Green Fest, o maior evento de sustentabilidade em Portugal, que se realizou recentemente em Lisboa, apresentou o Kit Plantit. Este é um produto mais compacto e leve e irá representar a empresa no seu próximo passo, a internacionalização.

Image and video hosting by TinyPic

“Pretendemos trazer vantagens para a sociedade, melhorando o ambiente urbano e a qualidade de vida nas cidades. O cultivo de alimentos integrados em espaços de lazer, como jardins, traz benefícios económicos e pedagógicos, promove a atividade física, a saúde e o bem-estar emocional”, explica Susana Caseiro.

Para iniciar a sua empresa, Susana Caseiro recorreu ao IAPMEI e ao IEFP e contou também com o apoio de entidades pertencentes à Universidade do Minho.

“Tencionamos pedir a colaboração do Polo de Inovação em Engenharia de Polímeros (PIEP) para desenvolver novos produtos e contactar outros departamentos da universidade para otimizar as soluções desenvolvidas”, adiantou a jovem, em comunicado da Universidade do Minho. A Plantit surgiu em 2010 e está instalada no Instituto Empresarial do Minho, em Vila Verde.

Clique AQUI para conhecer a empresa.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close