Fitness & Bem-estar

Homem ‘mais feliz do mundo’ vem a Portugal

O monge budista Matthieu Ricard vai estar em Portugal, entre os dias 02 e 05 de Maio, numa visita de quatro dias durante a qual vai realizar duas conferências: uma em Lisboa e outra no Porto.
Versão para impressão
O monge budista Matthieu Ricard vai estar em Portugal, entre os dias 02 e 05 de Maio, numa visita de quatro dias durante a qual vai realizar duas conferências: uma em Lisboa e outra no Porto.
 
Em Lisboa, Matthieu vai marcar presença na Aula Magna, dia 04 de Maio, pelas 21h00, para uma conferência sob o tema “Altruísmo e Felicidade”, inspirada no seu último livro “Em Defesa do Altruísmo”.

No dia 05 de Maio, o monge estará na cidade do Porto, na Biblioteca Almeida Garrett, (Palácio de Cristal) pelas 18h30, para uma conferência onde o tema será “Meditação e Ciência”, num debate com prestigiados neurocientistas sobre a relação entre estas duas formas de entender a mente humana.

As receitas de bilheteira deste evento reverterão integralmente para o Centro de Apoio ao Sem Abrigo, IPSS (CASA).

 
As entidades que promovem a vinda de Matthieu Ricard são a Fundação Kangyur Rinpoche e a Songtsen.

Os bilhetes para a conferência de Lisboa podem ser adquiridos através da Ticket line ou na bilheteira da sala, na Fnac, na Agência Abreu, na Worten, no C. C. Dolce Vita, na Megarede e no El Corte Inglês (Lisboa e Gaia). As entradas têm um custo de 15 euros para o público em geral e 10 euros para estudantes.

Da genética para os Himalaias

Matthieu Ricard, de origem francesa, é um monge budista que reside no mosteiro Shechen Tennyi Dargyeling, no Nepal. Nascido em Aix-les-Bains, França, Matthieu é filho do filósofo francês Jean-François Revel e fez a sua primeira viagem à Índia em 1967.
 
Doutorado em genética molecular pelo Instituto Pasteur, em 1972, Matthieu decidiu pouco depois abandonar sua carreira científica e dedicar-se ao budismo. Nessa altura foi para os Himalaias onde estudou com Kangyur Rinpoche e outros mestres como Dilgo Khyentse Rinpoche.
 
Ricard é autor de vários livros que abordam, entre outros temas, o budismo, a espiritualidade e a felicidade. É também tradutor de textos budistas e fotógrafo.
 
No mundo ocidental o monge foi batizado como a “pessoa mais feliz do mundo” depois de participar num estudo da Universidade de Wisconsin–Madison sobre a felicidade, onde atingiu uma pontuação muito acima da média nos testes realizados a centenas de voluntários.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close