Saúde

Hepatite C: 95% dos doentes portugueses curados

No âmbito do Dia Mundial de Luta contra as Hepatites que se assinala esta quinta-feira, 28 de Julho, os especialista avançam que Portugal lidera a luta mundial contra estas doenças, registando, em 2015, a cura de 95% dos doentes com Hepatite C e a es
Versão para impressão
No âmbito do Dia Mundial de Luta contra as Hepatites que se assinala esta quinta-feira, 28 de Julho, os especialista avançam que Portugal lidera a luta mundial contra estas doenças, registando, em 2015, a cura de 95% dos doentes com Hepatite C e a estabilização de 90% dos doentes com Hepatite B.

Neste Dia Mundial, Armando Carvalho, membro do Núcleo de Estudos das Doenças do Fígado da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna, sublinha, em comunicado de imprensa, que “Portugal tem um acesso à terapêutica sem paralelo na Europa, com o custo integralmente suportado pelo Estado”.

O especialista admite "algum atraso" no arranque do tratamento destes doentes, "relacionado com a impossibilidade de dar uma resposta a todos os doentes simultaneamente". 

 
Hoje em dia a situação está ultrapassada. Só em 2015, com a comparticipação do inovador tratamento Sofosbuvir e da associação entre Ledispasvir e Sofosbuvir foi possível tratar cerca de 6.000 doentes diagnosticados a nível nacional.

No Congresso Português de Hepatologia, realizado recentemente no Porto, foram apresentadas comunicações sobre a experiência de cinco centros portugueses no tratamento da hepatite C em 2015.

Segundo esses relatórios, em 800 doentes (aproximadamente 50% não respondedores a tratamento anterior e 50% cirróticos), com avaliação às 12 semanas após tratamento houve cura virológica em cerca de 95% dos casos.

 
Feitas as contas, atualmente estão estabilizados mais de 90% dos doentes que têm hepatite B e, por sua vez, em mais de 95% dos casos de hepatite C foi possível eliminar o vírus.

Doentes não diagnosticados

Contudo, diz o especialista, numa visão do total de infetados em Portugal "existem seguramente muitos doentes por diagnosticar, impondo-se uma estratégia de rastreio dirigido a grupos com maior probabilidade de infeção, de modo a levar o benefício do tratamento ao maior número possível de doentes".

A Associação SOS hepatites, explica que a Hepatite é uma inflamação no fígado que pode ser detetada através de uma simples análise laboratorial, durante ou após o início da doença e que pode ser provocada por bactérias e vírus ou pelo consumo de produtos tóxicos como o álcool, medicamentos e algumas plantas.  
 
As Hepatites virais podem afectar qualquer ser humano, independentemente da idade, do sexo, da raça e do estatuto sócio-económico. São doenças frequentes, mas, atualmente, é fácil proceder à sua prevenção e mesmo a sua cura.

Clique aqui para conhecer os principais sintomas da Hepatite C.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close