Negócios e Empreendorismo

Grupo português contratou 140 pessoas em 2013

Desde o início do ano, o Grupo Paulo Duarte já contratou mais de 140 novos colaboradores. A empresa revela-se em contraciclo no atual contexto de recessão, com necessidades de reforço nas áreas de transporte a agrícola.
Versão para impressão
Desde o início do ano, o Grupo Paulo Duarte já contratou mais de 140 novos colaboradores. A empresa revela-se em contraciclo no atual contexto de recessão, com necessidades de reforço nas áreas de transporte a agrícola. 
 
Aquele que é um dos principais atores do setor de transportes rodoviários de mercadorias a nível nacional e internacional tem vindo a admitir novos trabalhadores para funções de motorista e secretariado na Transportes Paulo Duarte (a maior empresa do grupo, dedicada ao transporte rodoviário de mercadorias e logística de distribuição) e de embaladores e empilhadores na Abrunhoeste (produtora de frutas localizada na Região Oeste de Portugal).
 
Recentemente, o grupo anunciou a expansão do leque de serviços prestados a grandes empresas, como é o caso da Galp, onde foi aumentado o nível de distribuição de combustível para aviões e navios.

Para além da entrega de gasóleos e gasolinas, a Paulo Duarte vai, agora, passar transportar combustível jet aviação da refinaria de Aveiras para o aeroporto de Lisboa. A nova aposta corresponde a um aumento de 30% no volume transportado pela petrolífera.

Agricultura: 90% da produção para exportação
 

Na área agrícola, o grupo mantém a bom ritmo a produção de pêra rocha, maçã, ameixa e nectarinas na região do Oeste, onde 95% da colheita se destina à exportação. Também recentemente foi firmada uma parceria com o grupo Vila Galé, assente na produção de pêra rocha. O investimento de três milhões de euros consiste na plantação de variadas espécies de fruta já em 2014.
 
Com instalações em Torres Vedras, Setúbal, Matosinhos, Azambuja e Lamego, a Paulo Duarte conta com uma frota de 500 viaturas, 560 reboques e cerca de 800 colaboradores (quer na área dos transportes quer na área da agricultura). 

Em atividade desde 1946, o grupo já deu início à expansão internacional, começando por marcar presença em Espanha (Huelva e Almendralejo). Em 2012, foi alcançada uma faturação de 57,2 milhões de euros.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close