Sociedade

Greenpeace recruta estagiários para a Holanda

A Greenpeace está a recrutar estagiários formados em ciências naturais ou sociais para monitorizar e organizar os projetos e campanhas da entidade, em Amsterdão. Os estágios têm duração de seis meses e uma bolsa de 800 euros por mês.
Versão para impressão
A Greenpeace tem a decorrer, desde 2011, um processo de recrutamento de estagiários para monitorizar e organizar projetos e campanhas da organização, em Amsterdão. Os estágios têm duração de seis meses, com um horário de trabalho a full-time (40 horas por semana) e uma bolsa de 800 euros por mês.

Este programa de recrutamento começou em 2011, mas uma fonte da Greenpeace confirmou ao Boas Notícias que a ação de recrutamento é contínua.  

Os interessados nestas vagas devem ter uma licenciatura ou mestrado na área das ciências da natureza ou ciências sociais e licença para trabalhar (por seis meses) na Holanda. Para concorrer, é necessário enviar o currículo e uma carta de motivação, indicando a data a partir da qual estão disponíveis, para o email de recrutamento.

Os candidatos recrutados recebem uma remuneração mensal de 800 euros para ajudas de custo. No entanto, devido ao volume de candidaturas, a Greenpeace informa que, se os candidatos não forem contactados ao fim de seis semanas, isso significa que não foram pré-selecionados.

Os estagiários terão como função monitorizar, selecionar e organizar informação e dados do mercado que serão inseridos nas bases de dados da organização para garantir que as campanhas e os projetos da Greenpeace têm acesso a informação estratégica e atualizada.

A organização procura pessoas com excelentes conhecimentos sobre questões ambientais e, sobretudo, fortes motivações para integrar as campanhas da Greenpeace.

Para fazer parte da equipa é também necessário ser fluente na língua inglesa (falada e escrita) e, de preferência, num dos seguintes idiomas: Espanhol, Francês, Português, Mandarim, Alemão, Árabe, Russo ou Japonês.

Além disso, o estagiário deve ter bons conhecimentos na área da informática, sobretudo no que diz respeito à pesquisa e análise de conteúdos na internet.

A Greenpeace sublinha que é fundamental que os candidatos tenham capacidade de orientação e facilidade em compreender as influências que a cultura, a ciência, a política, a economia, as diferenças sociais e indústria podem ter nas questões ambientais.

Clique AQUI para aceder à página de candidatura (em inglês).

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close