Fitness & Bem-estar

Grande Rota do Zêzere deverá abrir no próximo Verão

A Grande Rota do Zêzere, que vai oferecer a habitantes e turistas troços para fazer a pé, de bicicleta e de canoa, deverá estar sinalizada e ter serviços instalados já a partir do próximo Verão.
Versão para impressão
A Grande Rota do Zêzere, que vai oferecer a habitantes e turistas troços para fazer a pé, de bicicleta e de canoa, deverá estar sinalizada e ter serviços instalados já a partir do próximo Verão. O anúncio foi feito por Rui Simão, coordenador da rede de Aldeias do Xisto.
 
A rota em causa vai ligar a nascente do Zêzere, em Manteigas, no coração da Serra da Estrela, até à foz, em Constância. Atualmente estão a ser marcados e delimitados caminhos em vários concelhos, tais como Pampilhosa, Figueiró dos Vinhos, Pedrógão Grande, Sertã e Oleiros. 
 
“Até ao final do primeiro semestre, tudo faremos para que a rota esteja já disponível, para que daí até ao fim do ano haja outras condições de atuação sobre a mesma”, afirmou Rui Simão, coordenador da rede de Aldeias do Xisto, em declarações à Lusa. Ou seja, “até início do Verão haverá novidades”.
 
Depois de marcação das rotas, cada um vai ter a oportunidade de escolher de que forma prefere percorrer as paisagens que rodeiam o Rio Zêzere, que vão desde a mais alta e extensa cadeia montanhosa de Portugal, passando pelos campos cultivados e aldeias típicas, até chegar ao Rio Tejo.
 
Rui Simão explicou que a Grande Rota do Zêzere está desenhada para ser feita “a pé, de bicicleta ou de canoa, quando houver aproximação a albufeiras”. Ao longo do percurso, “haverá estações onde será possível mudar de modo de deslocação”. 

Objetivo é ampliar “serviços, atividades e atrações territoriais”

 
No entanto, segundo o coordenador, o objetivo da rede de Aldeias do Xisto vai além da marcação da rota: o objetivo é que, nesta rota, possa ancorar-se “um conjunto de serviços, atividades e atrações territoriais”, pelo que, no seu entender, este é um dos projetos emblemáticos em curso, tendo em conta a preocupação de “dar mais consistência e qualidade aos serviços de que o território já dispõe”. 
 
Para o próximo ano está ainda previsto o lançamento de um novo portal na Internet e de uma aplicação da rede para dispositivos móveis. 
 
A Grande Rota do Zêzere está inserida na Estratégia de Eficiência Coletiva PROVERE das Aldeias do Xisto como projeto-âncora e os promotores apresentam-na como o maior investimento numa iniciativa desta Natureza em Portugal, ultrapassando um milhão de euros de orçamento. 
 
O consórcio para implementação da rota foi estabelecido em 2010 por dez dos 14 municípios envolvidos: Figueiró dos Vinhos, Abrantes, Constância, Ferreira do Zêzere, Oleiros, Pampilhosa da Serra, Pedrógão Grande, Sertã, Vila de Rei e Guarda. Ao projeto estão também associados os municípios da Covilhã, Fundão, Castanheira de Pêra e Manteigas.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close