Sociedade

Gestores públicos com salários inferiores ao do PM

NULL
Versão para impressão
O Governo vai impedir que os gestores públicos tenham salários superiores aos do primeiro-ministro. As únicas exceções à nova regra vão ser as empresas com atividade mercantil e que operem em regime de concorrência de mercado.  

Esta regra decorre das alterações ao estatuto do gestor público hoje aprovado em Conselho de Ministros e com as quais se prevê, segundo o Secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, uma poupança anual de cinco milhões de euros para o Estado.

O secretário de Estado da Administração Pública aponta a Caixa Geral de Depósitos e a TAP como exemplos de empresas onde os salários continuam superiores ao do primeiro-ministro.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close