Mundo

G20: Lula pede governação global “mais justa”

Uma ordem internacional "mais justa e equânime" é o que vai defender o presidente brasileiro Lula da Silva na reunião do G-20 que irá decorrer em Toronto, no Canadá, no próximo fim de semana.
Versão para impressão
[Lula da Silva irá reencontrar Obama entre outros líderes durante a reunião do G-20]

Uma ordem internacional “mais justa e equânime” é o que vai defender o presidente brasileiro Lula da Silva na reunião do G-20 que irá decorrer em Toronto, no Canadá, no próximo fim de semana.

Neste sentido, o presidente brasileiro defendeu, durante visita oficial do presidente José Eduardo dos Santos ao Brasil, que se deve apostar no desenvolvimento da África, Ásia e América Latina como ponto chave para eliminar desequilíbrios e proporcionar igualdade a todos.

” É preciso que o Banco Mundial e o Fundo Monetário (FMI) abandonem, de uma vez por todas, os seus dogmas obsoletos e condicionalidades absurdas. O maior desequilíbrio é o que separa países ricos e pobres. O desenvolvimento da África, Ásia e América Latina contribuirá diretamente para a promoção do crescimento global e para a diminuição desse nefasto e inaceitável desequilíbrio”, destacou Lula da Silva.

“É esta a mensagem que o Brasil levará para o G-20 em Toronto” no próximo fim de semana, rematou o presidente brasileiro.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close