Sociedade

Fruticultura: Bolsas de 20mil euros para apoiar jovens

Se tem entre 18 e 40 anos e gostaria de se dedicar à fruticultura, esta é a oportunidade ideal. A Compal está a promover uma iniciativa de apoio nesta área destinada a jovens empreendedores para ajudá-los a instalar a sua própria exploração agrícola.
Versão para impressão
Se tem entre 18 e 40 anos e gostaria de se dedicar à fruticultura, esta é a oportunidade ideal. A Compal está a promover uma iniciativa de apoio nesta área destinada a jovens empreendedores para ajudá-los a instalar a sua própria exploração agrícola ou, caso esta já exista, a aumentá-la ou reconvertê-la. Os três projetos vencedores desenvolvidos pelos formandos da Academia do Centro de Frutologia da marca ganharão 20 mil euros para serem postos em prática.
 
De acordo com a Compal, esta academia “pretende produzir e disseminar conhecimento sobre a fruta e os seus produtos derivados, através da formação de produtores, transformadores, empreendedores e investigadores do setor frutícola, de modo a fomentar a inovação”. As candidaturas estão abertas até 14 de Dezembro e, de entre os candidatos, serão admitidos 12 participantes.
 
Segundo informações avançadas pela empresa, a formação “é composta por módulos práticos e teóricos, contempla visitas a explorações agrícolas modelo e centros de experimentação e totaliza 46 horas”.

No final, espera-se que os formandos tenham adquirido “conhecimentos que suportam a prática sustentável da fruticultura ao longo da cadeia de produção, desde a preparação do projeto e instalação do pomar até à comercialização, considerando sempre as diferentes exigências das espécies”. 

 
Até terminar o período de formação, os participantes da Academia 2012/2013 terão de submeter um projeto de instação detalhado e os três melhores serão premiados pela Compal com uma bolsa de 20 mil euros cada, montante para ser aplicado na sua implementação. 
 
Além disso, a empresa compromete-se a adquirir “preferencialmente o excedente da fruta produzida por estes três produtores, dentro das suas necessidades de matéria-prima” e ainda a “apoiá-los na identificação de outros canais de escoamento de produção”. 
 
As candidaturas podem ser feitas através DESTE link, onde está também disponível o regulamento. Para saber mais sobre este projeto clique AQUI.

[Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes e Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close