Ciência

Físico português distinguido com prémio internacional

Um físico português, docente na Universidade de Cambridge, no Reino Unido, acaba de ser distinguido com o prémio Jovem Cientista em Relatividade Geral e Gravitação 2014, atribuído pela Sociedade Internacional de Relatividade Geral e Gravitação. Ele é
Versão para impressão
Um físico português, docente na Universidade de Cambridge, no Reino Unido, acaba de ser distinguido com o prémio Jovem Cientista em Relatividade Geral e Gravitação 2014, atribuído pela Sociedade Internacional de Relatividade Geral e Gravitação. Ele é Jorge Santos, tem 32 anos e trabalha, atualmente, sob orientação de Stephen Hawking. 
 
O anúncio foi feito esta quinta-feira, no âmbito de uma conferência levada a cabo pela Sociedade Internacional de Relatividade Geral e Gravitação. O prémio corresponde a um valor monetário de 1.000 euros e visa reconhecer “as contribuições extraordinárias de cientistas em fase inicial das suas carreiras”, relativamente à teoria da relatividade geral de Einstein e da gravidade.

O trabalho de Jorge Santos tem por base os buracos negros, ou seja, as regiões do espaço das quais nada, nem mesmo objetos que se movem à velocidade da luz, consegue escapar. Os mesmos são criados pela deformação do espaço-tempo, causada por uma estrela supergigante que, terminada a sua vida, sofre um colapso gravitacional, tornando-se infinitamente densa. 
 
Jorge Santos é licenciado em Engenharia Física Tecnológica pelo Instituto Superior Técnico, em Lisboa, e mestrado em Física Teórica pelo Departamento de Matemática Aplicada da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, onde, em 2010, conclui o doutoramento na mesma área. 
 
Desde Setembro de 2013 é professor na Universidade de Cambridge, no Reino Unido, e investigador na Universidade de Stanford, na Califórnia, EUA. Torna-se, agora, o primeiro português alguma vez distinguido por este prestigiado prémio internacional na área da Física.
 
O prémio Jovem Cientista em Relatividade Geral e Gravitação é a continuação do Prémio Xanthopoulos, tendo sido retomado em 2013, depois de este último existir entre 1991 e 2010. 

Notícia sugerida por Maria Pandina

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close