Negócios e Empreendorismo

Firmo: Empresa das “Sebentas” volta a mãos portuguesas

NULL
Versão para impressão
A clássica papeleira Firmo – famosa pelos cadernos pretos e pelas sebentas – regressou a mãos portuguesas. Depois de ter sido controlada, durante 13 anos, por um grupo francês, a empresa foi agora recomprada pela família fundadora, Santos Carvalho.

Contactado pelo Boas Notícias, Rui Santos Carvalho, administrador da Firma, explicou que “a empresa foi controlada por um grupo francês [grupo Arjo Wiggins, posteriormente Antalis] ao longo de 13 anos, entre 1998 e 2011”. 

Fundada em 1951 no Porto, a Firmo chegou até a chamar-se Antalis durante o tempo em que foi controlada por franceses.

Agora, no ano em que comemora 60 anos, a empresa volta não só à família portuguesa fundadora como ao nome que lhe deu origem – Firmo.

Tendo como objetivo inicial produzir e comercializar material de papelaria e de escritório, a empresa pretende agora “alargar horizontes, uma vez que a marca é já reconhecida no estrangeiro”. 

Considerando que “o mercado português já está estabilizado” a Firmo tem agora como mercados prioritários o Brasil e os países do Norte de África.

Produtos como o caderno de capa preta Firmo, o caderno espiral “Universitário” de capa azul, o bloco de desenhos “Estudos”, a Sebenta, assim como as pastas de arquivo e os envelopes Firmo eram, já em 1990, verdadeiros ícones indissociáveis da marca e continuam disponíveis no mercado.
 

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close