Sociedade

Financial Times: Mestrado luso entre os melhores

O "Lisbon MBA", programa que resulta de uma parceria entre a Universidade Nova de Lisboa e a Universidade Católica, foi considerado o 15º melhor da Europa e o 61º melhor do mundo pelo jornal Financial Times.
Versão para impressão
O “Lisbon MBA”, programa internacional de mestrado na área da administração de negócios e empresas que resulta de uma parceria da Universidade Nova de Lisboa e a Universidade Católica, foi considerado o 15º melhor da Europa e o 61º melhor do mundo pelo jornal Financial Times.
 
Este MBA (“master of business administration”, mestrado em administração de negócios em português) é o único representante de Portugal na lista dos 100 melhores elaborada pelo diário britânico e que é liderada pela Harvard Business School, dos EUA, que ocupava o segundo lugar o ano passado e o terceiro em 2011.
 
Para chegar à lista final, divulgada esta segunda-feira, o Financial Times avaliou critérios como, por exemplo, o salário auferido pelos alunos três anos após o curso e recorreu a questionários “online” dirigidos às escolas e a antigos estudantes convidados a analisar a respetiva formação. 
 
O “Lisbon MBA”, promovido pela Nova School of Business and Economics e pela Católica-Lisbon SBE, compreende um MBA em “part-time” com a duração de dois anos e um MBA internacional em “full-time” associado ao MIT Sloan School of Management, nos EUA.
 
De acordo com as universidades portuguesas que promovem este programa, que reagiram à notícia através de um comunicado conjunto citado pela Lusa, 73% dos alunos que se graduaram em 2011 estavam empregados ao fim de seis meses.
 
 “O ordenado base pós-MBA foi, em média, de 62.200 euros [por ano]”, acrescentam as duas instituições de ensino universitário, sublinhando que este valor coloca o mestrado no sétimo lugar a nível europeu e 27º a nível mundial no que diz respeito à compensação salarial.
 
As universidades consideram que este é um resultado positivo, tanto mais por se tratar da primeira vez que o MBA entra neste “ranking”.
 
Segundo José Ferreira, diretor da Nova-SBE, a boa colocação do programa na lista deve-se a um “grande esforço dos funcionários, docentes e alunos”. Já para Francisco Veloso, que dirige a Católica-Lisbon SBE, esta é a prova de que o ensino de excelência já se ministra em Portugal. 

Clique AQUI para aceder à lista dos melhores mestrados a nível mundial (na qual Portugal surge em 61º lugar).

[Notícia sugerida por David Ferreira e Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close