Cultura

Filme sobre o Minho chega a Bilbau e Nova Iorque

O documentário português Alto do Minho, realizado por Miguel Felgueiras, vai ser exibido no próximo mês na cidade espanhola de Bilbau e em Nova Iorque, nos EUA.
Versão para impressão
O documentário português Alto do Minho, realizado por Miguel Felgueiras, vai ser exibido no próximo mês na cidade espanhola de Bilbau e em Nova Iorque, nos EUA. Em Espanha, a projeção insere-se no NAFA Ethnographic Film Festival e em terras norte-americanas o filme vai ser dado a conhecer no âmbito do The Margaret Mead Film Festival.
 
Com estas duas novas presenças internacionais, a película que, de acordo com a equipa que a fez nascer, “mais do que um documentário, é uma impressão”, vai completar 10 passagens por festivais cinematográficos, dois deles em Portugal e os restantes no Canadá, Áustria, Estónia, Croácia, Letónia e Finlândia. 
 
De acordo com um comunicado enviado ao Boas Notícias, Alto do Minho “é um retrato que mexe” e que “como Warhol, quer espelhar em ecrã estrelas terrenas, numa montagem cadenciada e num olhar impressionista”, congelando “anónimos e paisagens de romarias, geografias e planos numa subjetividade a roçar o aleatório”. 
 
A produção deste documentário português foi financiada por fundos comunitários no âmbito de uma candidatura da Câmara Municipal de Viana do Castelo ao QREN, pelo que o filme integra atualmente o espólio da cidade. A participação de representantes da equipa de produção do filme nestes dois festivais internacionais é também apoiada pela autarquia.
 
A obra já foi premiada com o Galo Dourado na categoria Turismo Rural no Art & Tur – Festival Internacional de Filmes de Turismo 2012, em Barcelos, e, em Portugal, foi também selecionado para a 7ª Mostra Vídeo Fundação Inatel, em Lisboa.
 
Internacionalmente, conta já no seu palmarés com seleções para os festivais Wordfilm, na Estónia, FIFEQ, no Canadá, Ethnofilm, na Croácia, Ethnocineca, na Áustria, FAS 2013, na Finlândia, e Cine-Scapes, na Letónia. 
 
O NAFA e o Margaret Mead são considerados os mais conceituados festivais de cinema etnográfico do mundo. O primeiro é itinerante e organizado pela Nordic Anthropological Film Association, ao passo que o segundo é da responsabilidade do American Museum of Natural History e deve o seu nome à mais conhecida antropóloga norte-americana, Margaret Mead. 
 
O NAFA é o festival do género mais antigo da Europa e realiza-se cada ano numa cidade do continente. Em 2013, a metrópole eleita foi Bilbau, onde o evento terá lugar entre 9 e 12 de outubro. Sem secção competitiva, o festival irá apresentar os 20 documentários mais significativos do ano 2012, segundo o seu júri de seleção.
 
Para este ano, o Margaret Mead Film Festival recebeu mais de 1.000 candidaturas de todo o mundo, tendo sido selecionados 39 filmes de 10 nacionalidades. Embora não vá estar a concurso devido à sua duração (49 minutos) Alto do Minho foi escolhido pela organização do festival “pela sua relevância estética e etnográfica”. 

Veja abaixo o trailer do filme “Alto do Minho”.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close