Espetáculos e Exposições

Festival Amadora BD com programa cheio no final do mês

A 24ª edição do Festival Amadora BD arranca já no próximo dia 25 de Outubro até 10 de Novembro, este ano dedicada aos cenários das histórias aos quadradinhos. A base para o tema central do evento vai ser a obra gráfica e editorial do ilustrador Ricar
Versão para impressão
A 24ª edição do Festival Amadora BD arranca já no próximo dia 25 de Outubro até 10 de Novembro, este ano dedicada aos cenários das histórias aos quadradinhos. A base para o tema central do evento vai ser a obra gráfica e editorial do ilustrador Ricardo Cabral.
 
“Este ano decidimos tratar um dos elementos da banda desenhada – os cenários onde decorre a história -e abordar a forma como contribuem para a sua estruturação”, conta o responsável pela inciativa, Nelson Dona, à Lusa. 
 
A maioria das exposições e atividades estão marcadas para o Fórum Luís de Camões, na Brandoa, sendo que a exposição central se debruça sobre a importância do cenário no decorrer de uma história de BD. A mesma será também dedicada ao ilustrador e autor de banda desenhada de 34 anos, Ricardo Cabral, recordando álbuns como 'Pontas Soltas – Cidades', 'Newborn – 10 Dias no Kosovo' e 'Israel – Sketschbook'. 
 
Sobre a programação deste ano, Nelson Dona referiu ainda que a temática dos cenários irá atravessar outras exposições, nomeadamente a que é dedicada aos 75 anos do Super-Homem, focando os espaços urbanos das histórias, e ainda a mostra sobre banda desenhada brasileira contemporânea.
 
Esta última, intitulada “Seis Esquinas de Inquietação”, apresenta trabalhos originais de André Diniz, André Kitagawa, Diego Gerlach, Rafael Sica, Marcelo D'Salete e Pedro Franz, seis autores brasileiros que registam fenómenos sociais e locais muito diferentes do Brasil.
 
Estão previstas também exposições sobre o caricaturista e desenhador Fernando Relvas e sobre o escritor David Soares, que tem assinado vários argumentos de BD, nomeadamente “O Pequeno Deus Cego”, “É de Noite que Faço as Perguntas” e “Mucha”.
 
Com lançamento do terceiro e último volume das aventuras de Dog Mendonça e Pizzaboy marcado para novembro, o Amadora BD recordará em exposição algumas das pranchas dos volumes anteriores da banda desenhada portuguesa, idealizada por Filipe Melo, Juan Cavia e Santiago Villa.
 
A ilustradora Madalena Matoso, premiada em 2012 no festival com o livro para a infância “Todos Fazemos Tudo”, terá uma mostra individual, enquanto na Casa Roque Gameiro, estarão originais assinados por Ana Biscaia, Prémio Nacional de Ilustração 2012.
 
A organização distingue anualmente os melhores títulos portugueses e estrangeiros publicados no mercado nacional, não tendo ainda divulgado a lista de nomeados desta edição.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close