Cultura

Fadista portuguesa condecorada pelo governo francês

No próximo dia 20 de Dezembro, a fadista Katia Guerreiro vai ser condecorada pelo Governo francês com as insígnias de Cavaleiro da Orgem das Artes e das Letras, um dos mais altos títulos atribuídos a cidadãos estrangeiros. A distinção vai acontecer p
Versão para impressão
No próximo dia 20 de Dezembro, a fadista Katia Guerreiro vai ser condecorada pelo Governo francês com as insígnias de Cavaleiro da Orgem das Artes e das Letras, um dos mais altos títulos atribuídos a cidadãos estrangeiros. A distinção vai acontecer pelas 18h30 no Palácio de Santos, pelas mãos do embaixador Jean-François Blarel. 
 
Num reconhecimento da artista portuguesa como uma das mais notáveis cantoras da sua geração e uma das maiores representantes da cultura portuguesa em todo o mundo, o governo francês pretende homenagear a fadista que mais atua nas salas do seu país.
 
Ao longo dos seus 13 anos de carreira, Katia Guerreiro já fez espetáculos nas salas mais prestigiadas a nível nacional como é o caso da Ópera de Lyon, a Catedral de Reims, o Teatro Nacional de Bordéus, o Trianon e o Teatro de La Ville de Paris, entre outras.
 
Além disso, Katia Guerreiro tem vindo a marcar presença nos mais referenciados festivais de música franceses, onde se destaca o Festival de Martigues, onde já atuou três vezes e do qual já foi madrinha, em 2008.
Em 2005, depois do evento 'Rencontre pour l’ Europe de la Culture', na Comédie Française, em Paris, foi nomeada Membro do Parlamento Europeu da Cultura, do qual ainda faz parte.
 
Em 2009, foi convidada pelo L'Ensemble Basse Normandie, que orquestrou alguns dos seus temas mais emblemáticos para uma digressão de 10 concertos em 10 cidades francesas. No ano seguinte, a fadista retribuiu o convite e o grupo veio a Portugal atuar com a mesma numa série de concertos.

Em janeiro de 2012, concretizou o sonho de esgotar a mítica sala de concertos do Olympia em Paris, um espetáculo que veio dar origem ao seu mais recente trabalho, o seu primeiro CD/DVD ao vivo, à venda desde Setembro deste ano.

Katia Guerreiro nasceu na África do Sul, em 1976, viveu depois nos Açores e veio para Lisboa, onde se licenciou em Medicina.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close