Em Destaque Inovação e Tecnologia

Facebook anuncia mudanças para ajudar comunidades

Facebook abre Community Help a organizações e empresas para ajudar comunidades em situação de catástrofe
Versão para impressão

O Facebook acaba de anunciar que, a partir de agora, as organizações e empresas conseguirão escrever posts no Community Help, fornecendo informação e serviços críticos de ajuda às comunidades no decorrer de uma crise.

Nesse sentido, o Facebook está a trabalhar diretamente com várias organizações como a Direct Relief, Lyft, Feeding America, International Medical Corps e Save the Children, às quais várias outras se juntarão durante as próximas semanas.

Este anúncio surge um ano depois de o Community Help ser lançado como ferramenta de resposta à crise para ajudar as pessoas a recuperarem, numa zona em que tenha sido ativado um Safety Check. Desde o lançamento do Community Help que mais de 750.000 posts, comentários e mensagens foram publicados, em mais de 500 crises diferentes.

Para Carolyn Miles, presidente e CEO da organização Save the Children USA, quando “ocorre uma catástrofe, estamos prontos para dar resposta, não só nos Estados Unidos, mas em todo o mundo. Em alturas de crise sabemos que as crianças são sempre as mais vulneráveis e com necessidades especiais. O Community Help dá-nos a possibilidade de interagirmos com famílias e comunidades em perigo, no terreno e em tempo real.”

“Esta nova ferramenta é muito importante para ajudar aqueles que são afetados por um desastre súbito, pois conseguirão aceder mais rapidamente a informação e recursos. E a nossa experiência diz-nos que a rapidez – e a informação – salvam vidas. O acesso recursos e fontes de ajuda a acalmar a angústia dos sobreviventes. Durante o terramoto no Nepal, vimos pelo Facebook o poder das redes na angariação de fundos, por exemplo. Estamos muito entusiasmados em aproveitar esta possibilidade de divulgarmos informação crítica sobre ajuda médica e outros serviços, onde e quando estes são mais necessários, durante um desastre”, explica Rebecca Milner, vice-presidente da International Medical Corps.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close