Saúde

Fábrica produz frutas cristalizadas sem açúcar

Em Tabuaço, na região do Douro, a maior produtora de frutos para o tradicional bolo-rei juntou-se à Universidade do Minho e Alto Douro (UTAD) para desenvolver fruta cristalizada sem açúcar, a pensar nos diabéticos e em quem pretende manter a linha se
Versão para impressão
Em Tabuaço, na região do Douro, a maior produtora de frutos para o tradicional bolo-rei juntou-se à Universidade do Minho e Alto Douro (UTAD) para desenvolver fruta cristalizada sem açúcar, a pensar nos diabéticos e em quem pretende manter a linha sem dispensar os doces.

Neste momento, a unidade produz mais de cem toneladas do bolo natalício para o mercado interno e externo. Com este projeto financiado pela Agência de Inovação, espera-se que o volume de vendas e exportações suba significativamente.

“O nosso objetivo é fazer fruta confitada removendo a sacarose e incorporando fibras dietéticas, obtendo, assim, um produto para uma dieta saudável”, explica Pilar Santos, diretora de produção da fábrica, em entrevista à RTP. 

Prevê-se que a generalização da venda de bolo-rei com frutas cristalizadas sem açúcar aconteça dentro de dois anos, mas em setembro foram já produzidas algumas amostras do inovador produto, que fizeram sucesso entre os clientes.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close