Gastronomia

EUA: Wine Enthusiast dá destaque a tinto alentejano

A prestigiada revista norte-americana Wine Enthusiast atribuiu, recentemente, 90 pontos (num total de 100) ao vinho alentejano "Herdade das Servas Colheita Selecionada Tinto 2012".
Versão para impressão
A prestigiada revista norte-americana Wine Enthusiast atribuiu, recentemente, 90 pontos (num total de 100) ao vinho alentejano “Herdade das Servas Colheita Selecionada Tinto 2012”, voltando a colocar a produção vínica portuguesa em destaque no panorama mundial.
 
A crítica, que vai ser publicada, em papel, na edição de Junho da revista, já está disponível 'online' e é assinada por Roger Voss, editor europeu da Wine Enthusiast e “profundo conhecedor dos vinhos portugueses”, que descreve este tinto da colheita de 2012 como um vinho “poderoso” e “com uma estrutura concentrada”, revela a Herdade das Servas em comunicado enviado ao Boas Notícias.
 
“Este é um vinho poderoso, rico em taninos e frutos pretos maduros e com uma estrutura sólida e concentrada” em que sobressai a pimenta, elogia Voss, considerando que se trata de um tinto “maduro e picante”, com densidade e que será melhor saboreado a partir de 2016, dado que “precisa de mais tempo” para se desenvolver.
 
Para a Serrano Mira – Sociedade Vinícola, responsável pela produção do vinho, a apreciação positiva da Wine Enthusiast “uma boa notícia com destino ao Alentejo” que “vem cimentar” a sua 'performance', depois de a colheita de 2011 ter sido distinguida com cinco medalhas (três de ouro e duas de prata) em grandes competições mundiais como o International Wine Challenge ou o Concours Mondial de Bruxelles.
 
A produtora descreve o “Herdade das Servas Colheita Selecionada Tinto 2012” como um “típico alentejano de 'blend' criado a partir de Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Aragonez e Trincadeira”. De “cor rubi escura”, é “fresco e envolvente”, beneficiando de uma acidez que lhe confere “elegância”.
 
A família Serrano Mira é uma das mais antigas na produção de vinho do Alentejo: nas suas propriedades foram conservadas talhas de barro utilizadas na feitoria do vinho que datam de 1667. 
 
Na atualidade, a Herdade das Servas zela por um património vitivinícola de 300 hectares, destacando-se as vinhas do Azinhal, da Judia, do Monte dos Clérigos (a mais antiga) e das Servas. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close