Mundo

EUA: Nova Iorque vai proibir venda de refrigerantes XL

A cidade de Nova Iorque prepara-se apertar a luta contra a obesidade, proibindo a venda de refrigerantes de tamanho grande em restaurantes, cinemas e carrinhas de venda ambulante.
Versão para impressão
A cidade de Nova Iorque prepara-se para proibir a venda de refrigerantes de tamanho XL em restaurantes, cinemas e carrinhas de venda ambulante. De acordo com o New York Times, esta é a medida mais ambiciosa assumida, até ao momento, pela administração atual na luta contra a obesidade, que não pára de aumentar.
 
A proposta do mayor Michael Bloomberg, que poderá entrar em vigor em Março de 2013, irá banir as bebidas energéticas e refrigerantes como iced teas ou colas de tamanho extra-grande (com cerca de 470 mililitros) dos restaurantes de fast-food e até dos recintos desportivos. Porém, a alteração não será aplicada a refrigerantes dietéticos, sumos de fruta, bebidas com base no leite (como batidos) ou bebidas alcoólicas. 
 
Além disso, esta proibição de venda será limitada aos locais em questão, não afetando a venda em supermercados e mercearias, onde o plano autoriza a manutenção dos refrigerantes de todos os tamanhos.
 
“A obesidade é um problema à escala nacional e, por todo o país, os oficiais de saúde fazem questão de frisar que é uma realidade terrível. Porém, é preciso fazer mais do que isso. É preciso tomar medidas”, afirmou Bloomberg, citado pelo jornal norte-americano. “Penso que é isso que a população quer que seja feito”, acrescentou. 
 
Contudo, a mudança tem vindo a ser contestada. A maior crítica vem da Associação de Bebidas de Nova Iorque, que, através do seu porta-voz, defendeu que a proposta do governo é apenas “uma distração” face ao trabalho árduo que é necessário fazer. “É altura de profissionais de saúde sérios irem em frente e procurarem soluções que, de facto, combatam a obesidade”, disse a organização.
 
A preocupação de Bloomberg com a saúde pública tem estao entre as prioridades da sua administração e já deu origem a várias medidas restritivas, entre as quais, por exemplo, a proibição de fumar em restaurantes e jardins.  

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close