Sociedade

EUA distinguem estudo luso sobre arquitetura tradicional

Uma investigação nacional sobre a sustentabilidade da arquitetura tradicional portuguesa foi recentemente distinguida com o prémio de melhor artigo numa das mais prestigiadas conferências internacionais sobre sistemas construtivos tradicionais, a 'Ve
Versão para impressão
Uma investigação nacional sobre a sustentabilidade da arquitetura tradicional portuguesa foi recentemente distinguida com o prémio de melhor artigo numa das mais prestigiadas conferências internacionais sobre sistemas construtivos tradicionais, a 'Vernacular Heritage & Earthen Architecture: Contributions for Sustainable Development'.
 
Pelo título 'The Potential of Vernacular Materials to the Sustainable Building Design', o estudo dos três especialistas lusos foi premiado na categoria de 'Energy Efficiency & Sustainable Design'. Entre as mais de 400 propostas a concurso, o mesmo foi eleito por um júri composto por mais de 280 peritos em todo o mundo  e, depois, publicado pela editora CRC Press / Taylor & Francis. 
 
Trata-se da primeira investigação do género no país, ou seja, a primeira sobre a sustentabilidade da arquitetura tradicional portuguesa, e está a ser levada a cabo na Escola de Engenharia da Universidade do Minho, em parceria com a Fundação para a Ciência e Tecnologia.
 
O objetivo é quantificar o contributo dos princípios utilizados na arquitetura tradicional portuguesa para a sustentabilidade do setor dos edifícios, nomeadamente ao nível do comportamento térmico passivo. Posteriormente, pretende-se cruzar os ensinamentos da arquitetura tradicional com a engenharia atual. 
 
Até 2015, o projeto vai avaliar o desempenho térmico das habitações tipicamente lusas e caracterizar as tecnologias usadas em diferentes climas, como, por exemplo, as casas de granito com varandas envidraçadas (orientadas para sul, para aproveitar o sol) da Beira Alta, os Palheiros de Mira (em madeira e, nalguns casos, com três pisos de altura), no Litoral Centro, e as casas-pátio (com vegetação interior, paredes espessas e vãos pequenos para limitar a entrada do sol), no Alentejo.
 
“Estes edifícios tradicionais eram, no geral, concebidos de modo a garantir o nível máximo de conforto possível”, refere Ricardo Mateus, líder da investigação, em comunicado. “Utilizavam-se os parcos recursos que existiam na época e recorria-se, principalmente, a estratégias passivas de climatização, pois não havia energia elétrica nem os convencionais sistemas de climatização”.

Juntamente com Luís Bragança e Jorge Fernandes, do Centro do Território, Ambiente e Construção (C-TAC) da Universidade do Minho, o responsável vai avaliar qualitativa e quantitativamente as vantagens destas construções e procurar adaptar os ensinamentos à construção atual, nomeadamente a nível da reabilitação e preservação do património existente. 
 
As tecnologias construtivas dos edifícios tradicionais – também conhecidas por 'arquitetura popular' ou 'construção vernácula' – são desconhecidas por muitos arquitetos e engenheiros. “Há reconstruções em que se substitui erradamente taipa por tijolo”, elucida Ricardo Mateus, esperando que a investigação ajude a sensibilizar a comunidade e a indústria. 

O também docente no Departamento de Engenharia Civil daquela universidade realça que as soluções arquitetónicas não são universais, havendo “realidades totalmente diferentes e adaptadas ao clima local, otimizando o comportamento dos imóveis para o menor custo possível e através da utilização de materiais da região”.

Notícia sugerida por Elsa Fonseca

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close