Mundo

EUA: Carteiro surpreende menino sem livros para ler

Graças à solidariedade de um carteiro e da comunidade 'online', um rapaz norte-americano de 12 anos que se entretinha a ler panfletos publicitários 'resgatados' do lixo tem, agora, várias dezenas de livros na estante do seu quarto.
Versão para impressão
Graças à solidariedade de um carteiro e da comunidade 'online', um rapaz norte-americano de 12 anos que se entretinha a ler panfletos publicitários resgatados do lixo por não ter dinheiro para se deslocar até à biblioteca tem, agora, várias dezenas de livros na estante do seu quarto.
 
Foi quando distribuía o correio na cidade de Sandy, no estado norte-americano do Utah, que o carteiro Ron Lynch se deparou com um rapaz que vasculhava o caixote dos papéis junto às caixas de correio. “Ele disse-me que estava à procura de qualquer coisa para ler e perguntou-me se não tinha alguns panfletos a mais”, contou Lynch em entrevista ao jornal local Deseret News.
 
O jovem, Mathew Flores, explicou ao carteiro que tem por hábito ler os panfletos e revistas publicitárias que, muitas vezes, acabam no lixo porque a família não tem dinheiro para lhe comprar livros ou um passe de autocarro para visitar a biblioteca mais próxima.
 
“Eu comecei a ler quando era muito jovem porque a minha mãe me tornou um apaixonado pelos livros”, recordou Lynch, que ficou, portanto, muito emocionado com a história do rapaz que, para sua surpresa, “com 12 anos, não queria aparelhos eletrónicos, não queria estar sentado à frente da TV a jogar, só queria ler”. 
 
Já que Mathew Flores não podia ir até à biblioteca, o carteiro decidiu levar uma “biblioteca” até ao jovem. Para o fazer, lançou um apelo no Facebook, onde partilhou uma fotografia de Mathew e pediu aos amigos que lhe fizessem chegar alguns livros usados.

 

 

A reação à publicação acabou, porém, por ser muito maior do que o carteiro imaginava: a história do menino espalhou-se, depressa, pelo mundo inteiro, e nos EUA “aterraram” livros provenientes de toda a parte. “Já recebi ajuda do Reino Unido, da Austrália e da Índia”, congratulou-se Lynch.
 
Desde então, a campainha de Mathew Flores não para de tocar: tudo graças às várias encomendas especiais que o carteiro tem tido para lhe entregar.

“Disseram-me: 'Estes livros são para ti'. Pensei que fosse um engano, mas, afinal, eram mesmo meus. Estou muito feliz”, confessou o rapaz, que já prometeu ler todos os livros que recebeu e partilhá-los com outras crianças.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close