Mundo

EUA: Cão amputado recebe próteses e volta a andar

Brutus perdeu as quatro patas depois de ter sido abandonado ao frio, mas a história deste 'Rottweiler' de dois anos tem um final feliz: o animal acaba de receber um conjunto de próteses inovadoras que lhe permitiram voltar a andar.
Versão para impressão
Brutus perdeu as quatro patas depois de ter sido deixado na rua com temperaturas negativas e de os seus membros terem congelado, o que obrigou à amputação. Mas a história deste 'Rottweiler' de dois anos tem um final feliz: o animal acaba de receber um conjunto de próteses inovadoras que lhe permitiram voltar a andar.
 
Abandonado pelo criador quando era ainda bebé, Brutus foi, entretanto, adotado por Laura Aquilina, uma norte-americana residente em Loveland, nos EUA. Além de lhe dar um lar, a nova dona empenhou-se em ajudá-lo a recuperar a independência e lançou uma campanha de financiamento coletivo destinada a angariar fundos para as próteses e a fisioterapia.
 
A iniciativa foi bem-sucedida e reuniu cerca de 11.600 dólares. Graças à persistência de Aquilina e à generosidade dos que se envolveram na causa, Brutus foi submetido a uma cirurgia de preparação para a colocação das próteses na Universidade Estatal do Colorado e recebeu-as, depois, com a colaboração da empresa norte-americana OrthoPets, que oferece aos animais amputados tecnologias idênticas às usadas em humanos. 
 
“Acredito que as próteses vão desempenhar um grande papel no futuro da ortopedia veterinária”, afirma, em comunicado, Felix Duerr, médico do hospital veterinário da Universidade do Colorado. “O Brutus é a prova de que é possível explorar novas tecnologias para encontrar soluções”, acrescenta o especialista. 


As próteses deram a Brutus a oportunidade de voltar a andar livremente e sem dores © Universidade do Colorado
 

Desde que ganhou as novas próteses, destinadas a proteger, com conforto, o que restou dos membros, a apoiar as patas da frente e a colocá-las todas à mesma altura, Brutus tem sido acompanhado por uma fisioterapeuta, que está a ensiná-lo a adaptar-se à sua nova realidade.
 
“Ele está a aprender a movimentar-se com as próteses e, quando dominar os movimentos básicos, vamos ajudá-lo a conseguir completar atividades mais exigentes, como fazer caminhadas e brincar com outros cães”, conta a Sasha Foster, terapeuta de reabilitação que tem orientado Brutus nos exercícios de recuperação. 
 
Nos próximos meses, o animal vai ser, também, submetido a terapias aquáticas, atividades de equilíbrio, entre outras. Embora vá, provavelmente, necessitar de fisioterapia para o resto da vida, os especialistas garantem que o seu estado de espírito e independência já melhoraram substancialmente.
 
“Quando melhoramos a qualidade de vida de um cão, melhoramos a qualidade de vida da família inteira”, sublinha Foster. A mesma opinião é partilhada pela dona de Brutus que, apesar das dificuldades, se diz esperançosa. “Aquilo de que precisamos é do apoio de uma boa equipa e encontrámos isso na Universidade do Colorado”, elogia Aquilina.
 
Desde que a parceria entre a Universidade do Colorado e a Orthopets arrancou, as duas entidades desenvolveram já novas técnicas para tratar lesões no tendão de Aquiles em cães e têm investigado a forma como lesões específicas afetam o sucesso das técnicas ortopédicas e do uso de próteses a longo-prazo. 
 
Além disso, os especialistas estão também a tentar encontrar soluções para animais com problemas nervosos, como paralisias, de modo a que possam voltar a utilizar os membros através de próteses robóticas que se liguem ao sistema nervoso central e sejam controladas por ele.

Notícia sugerida por Patrícia Guedes

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close