Ambiente

ETSA quer aproveitar efluentes sólidos

A Empresa Transformadora de Subprodutos Animais (ETSA) candidatou-se ao Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) para um projeto de aproveitamento energético de efluentes sólidos das suiniculturas, num investimento de quatro milhões de euros.
Versão para impressão
A Empresa Transformadora de Subprodutos Animais (ETSA) candidatou-se ao Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) para um projeto de aproveitamento energético de efluentes sólidos das suiniculturas, num investimento de quatro milhões de euros.

O objetivo é aproveitar esses efluentes sólidos das explorações de suínos para produzir energia. O projeto irá ainda permitir reduzir a poluição de lagoas em 70 por cento e configura-se como uma alternativa aos sistemas de efluentes como o que está a ser pensado para a Ribeira dos Milagres, em Leiria.

O projeto foi apresentado esta segunda-feira ao Ministro da Agricultura, António Serrano, durante uma visita às unidades de Coruche, Abapor (produção de comida animal a partir de resíduos e produtos de origem animal em fim de validade) e ITS (recolha e destruição de cadáveres e subprodutos de risco 1 e 2, não aptos para consumo humano ou animal).

O resultado da aprovação da candidatura, de acordo com a Lusa, será conhecido dia 18 de setembro.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close