Ciência

Estudo prova que Homem já reciclava na pré-história

A prática da reciclagem não é exclusiva do Homem moderno. A conclusão é de uma investigação recente realizada na Catalunha, Espanha, que se deparou com evidências de que o ser humano reciclava os seus artefactos de pedra no Paleolítico.
Versão para impressão
A prática da reciclagem não é exclusiva do Homem moderno. A conclusão é de uma investigação recente realizada na Catalunha, Espanha, que se deparou com evidências de que o ser humano reciclava os seus artefactos de pedra na era do Paleolítico superior. 
 
Cientistas da Universitat Rovira e Virgili e do Instituto Catalán de Paleocologia Humana y Evolución Social (IPHES) analisaram artefactos queimados encontrados no sítio arqueológico de Molí del Salt, em Tarragona, tendo os resultados da análise confirmado que a reutilização de utensílios era um fenómeno habitual há 13.000 anos.
 
De acordo com a equipa, citada pelo jornal espanhol El Mundo, o facto de estarem queimados é um dos sinais mais evidentes da reciclagem das ferramentas. “Escolhemos estes artefactos para a nossa análise porque podem demonstrar de forma simples se terá sido produzida uma modificação posterior à exposição ao fogo”, explica Manuel Vaquero, investigador da Universitat Rovira i Virgili. 
 
Os arqueólogos encontraram uma elevada percentagem de restos queimados naquele local, mas constataram também que a prática da reciclagem não se aplicava da mesma maneira a todo o tipo de artefactos.

Segundo os especialistas, o uso de ferramentas recicladas seria mais frequente no caso das atividades domésticas, parecendo estar associado a necessidades imediatas. No caso dos utensílios usados na caça, por outro lado, a reciclagem é uma prática muito mais rara.
 

Vaquero adiantou que a reciclagem pode ter sido determinante nas aldeias de caçadores e recoletores do Paleolítico. “Tem importância económica, já que aumenta a disponibilidade de recursos, em particular em contextos de escassez.

Além disso, é um fator relevante na interpretação dos sítios arqueológicos, porque os transforma em territórios onde se podia viver, mas que eram também locais de aproveitamento de recursos”, sublinhou o investigador.
 

Até ao momento existem poucos trabalhos de investigação efetuados sobre a temática da reciclagem de ferramentas na pré-história, mas o estudo catalão, publicado em Agosto no Journal of Archaeological Science, poderá agora ajudar a contribuir para o aumento dos dados existentes quanto a esta prática.

Clique AQUI para aceder ao estudo (em inglês).

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close