Saúde

Estudo nacional comprova eficácia do CLA

Dois investigadores portugueses da Escola Superior de Saúde Jean Piaget realizaram um estudo sobre os efeitos do ácido linoleico conjugado, o conhecido CLA na perda de peso e concluíram que com a toma deste suplemento a perda de peso pode chegar até
Versão para impressão
Dois investigadores portugueses da Escola Superior de Saúde Jean Piaget
realizaram um estudo sobre os efeitos do ácido linoleico conjugado, o
conhecido CLA na perda de peso e concluíram que com a toma deste
suplemento a perda de peso pode chegar até aos 12 quilos em três meses,
mesmo sem dieta ou exercício físico.

O CLA é uma substancia dietética que se encontra à venda há muito tempo em praticamente todos os hipermercados e supermercados do país, mas só agora foi realizado um estudo cientifico sobre o seu efeito redutor na massa gorda da população portuguesa.

Os resultados da pesquisa dos investigadores Ana Nunes e António Lacerda vão ser, de acordo com o jornal “i”, publicados em junho numa revista científica internacional. O estudo foi feito com três grupos, que totalizaram 69 participantes, durante 12 semana, três meses.

Ao primeiro grupo, de 21 pessoas, foram dados 3,2 gramas de CLA por dia em conjugação com exercício físico três vezes por semana, com um personal trainer.

O segundo grupo, de 25 pessoas, só tomou o CLA, sem qualquer atividade extra. E o terceiro grupo, de 23 pessoas, tomou cápsulas de azeite julgando tratar-se de CLA – um grupo de controlo, para perceber se haveria efeito placebo (quando a pessoa acredita tanto no remédio que isso gera efeitos físicos reais).

Todos os participantes receberam as mesmas indicações nutricionais, mas o grupo que emagreceu mais foi o segundo, o das pessoas que só tomaram CLA, com uma média de seis quilos perdidos sem dieta nem exercício.

Já o grupo um, que combinou CLA com exercício, perdeu menos peso mas reduziu muito mais a massa gorda – porque o músculo pesa mais. Em média, quem tomou o CLA perdeu 7% da gordura corporal, mas quem combinou a toma com exercício reduziu o dobro da massa gorda.

“O CLA aumenta a taxa de metabolismo basal, logo o corpo queima mais energia”, explica ao i olnine Ana Nunes. O mecanismo “é algo complexo”, adianta, referindo que os relatórios internacionais apontam para um efeito inibidor de adipogéneos – isto é, gordura localizada.

Assim, “o CLA é indicado na mobilização de gordura local e no tratamento da celulite”, acrescenta. Há também indícios de que a substância funciona como supressor do apetite, mas este efeito é difícil de estudar, já que envolve testes mais complexos (a inibição foi comprovada em ratos de laboratório).

O investigador António Lacerda refere que é importante optar por marcas comerciais que usem a combinação Tonalin. “É patenteada e garante segurança”, indica. Há vários tipos de CLA (por exemplo, clarinol), mas não é certo que gerem os mesmos resultados.

[Noticia sugerida pela utilizadora Patricia Guedes]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close