Em Destaque Saúde

Estudo dos tumores espontâneos em animais pode ajudar na cura do cancro nos humanos

O paradigma do cancro significar uma “sentença de morte” está a mudar.
Versão para impressão

Estudos no âmbito da medicina veterinária, sobre as semelhanças clínicas e moleculares dos carcinomas inflamatórios da mama entre a cadela e a mulher, reforçam a cadela como modelo espontâneo para o estudo destes tumores e abrem perspetivas animadoras à contribuição na pesquisa para a cura do cancro nos humanos. Esta é a convicção da investigadora Felisbina Queiroga, docente da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD).

“O paradigma do cancro significar uma “sentença de morte” está a mudar, hoje encaramos este diagnóstico como uma doença que queremos tornar crónica”, defende a investigadora, que é coautora (juntamente com outros investigadores do Departamento de Ciências Veterinárias da UTAD e de centros de investigação do Reino Unido, EUA e Argélia) de um artigo publicado recentemente na publicação científica Seminars in Oncology, onde o tema é debatido.

Das perspetivas clínicas mais animadoras, a investigadora destaca o desenvolvimento da imunoterapia, acreditando que “em breve haverá muitas novidades a este respeito”. Trata-se de um método inovador de tratamento do cancro, que passa pela ativação do próprio sistema imunitário do organismo. “Existem já várias empresas que estão a desenvolver novos medicamentos neste campo e, na minha opinião, é uma das áreas que irá sofrer maior desenvolvimento na próxima década”, sustenta Felisbina Queiroga.

Nesse sentido, adianta ainda, “a nossa equipa de investigação tem vindo a desenvolver vários trabalhos relacionados com o infiltrado inflamatório presente no estroma dos tumores de mama. Constatámos já que existe relação entre a quantidade de Macrófagos e Linfócitos presente no estroma do tumor e o prognóstico destas neoplasias, o que vem apoiar o desenvolvimento de vacinas anti-tumorais”.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close