Sociedade

Estudo: Desarrumação promove criatividade

Vive e trabalha no meio do caos? Isso pode ser bom sinal. Segundo um estudo recente realizado nos EUA, trabalhar num espaço desarrumado pode promover a criatividade e um comportamento mais irreverente.
Versão para impressão
Vive e trabalha no meio do caos? Isso pode ser bom sinal. Segundo um estudo recente realizado nos EUA, trabalhar num espaço desarrumado pode promover a criatividade e um comportamento mais irreverente.
 
Uma investigação recente realizada pela psicóloga Kathleen Vohs, da Universidade do Minnesota (EUA), comprovou que um espaço de trabalho limpo e organizado traz benefícios – as pessoas são mais propensas, por exemplo, a terem uma alimentação saudável e a serem mais generosas. 
 
Contudo, a pesquisa de Kathleen prova também que uma secretária desarrumada traz benefícios que podem ser mais valiosos como aumentar a criatividade.
 
Na primeira experiência, os participantes foram convidados a preencher um questionário com várias perguntas. Parte dos participantes preencheram o documento numa secretária imaculada. Os outros usaram uma secretária cheia de papéis e de material de escritório.
 
No final do questionário, os participantes foram convidados a fazer uma doação para uma associação de caridade e foi lhes também oferecido, à saída, um 'snack' – um chocolate ou uma maçã. 
 
A investigadora verificou que os participantes da secretária organizada cumpriram aquilo que se esperava deles: fizeram a doação e escolheram o 'snack' mais saudável. Contudo,  Kathleen quis ir mais longe e decidiu testar o desempenho dos participantes neste teste em termos criativos.

Mais criativos e irreverentes
 
Numa segunda fase da pesquisa, só voluntários foram convidados a encontrar novas formas de usar bolas de pingue-pongue. No final, verificou-se que as ideias sugeridas pelos participantes da secretária desarrumada eram mais “interessantes e criativas”. As ideias foram apreciadas e votadas por um júri composto por painel independente.
 
“Estar num espaço desarrumado conduziu àquilo que as empresas mais procuram: criatividade”, afirma a investigadora Kathleen Vohs, em comunicado de imprensa.
 
A equipa de investigação também verificou que um espaço desarrumado tornava as pessoas mais audazes em termos de inovações, já que, perante a hipótese de testar um produto novo ou continuar a usar o mesmo produto de sempre, foram os participantes do espaço desarrumado que mais arriscaram em testar a novidade.
 
“Ambientes mais desarrumados parecem inspirar as pessoas a libertarem-se da tradição enquanto que os ambientes mais ordeiros promovem um comportamento em conformidade com a ordem convencional”, explica Kathleen.
 
No futuro, a equipa da investigadora quer levar a pesquisa mais longe e perceber se esta questão da arrumação também se reflete no espaço virtual. Ou seja, se uma pessoa com um computador e uma utilização da Internet mais caótica também pode dar origem a comportamentos mais criativos e arrojados. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close