Inovação e Tecnologia

Estrada: Gafanhoto inspira sistema que evita acidentes

A visão do gafanhoto inspirou uma equipa de cientistas britânicos a criar uma tecnologia revolucionária que poderá prevenir acidentes de viação.
Versão para impressão
A visão do gafanhoto inspirou uma equipa de cientistas britânicos a criar uma tecnologia revolucionária que poderá prevenir acidentes de viação. O programa tecnológico baseia-se no sistema natural deste inseto que antecipa possíveis colisões quando voa em enxames.

Os investigadores das universidades de Lincoln e Newcastle, no Reino Unido, estão a desenvolver sensores altamente precisos que permitem prever acidentes de viação, através de um sistema de vigilância integrado nos veículos.

Para que fosse possível criar este sistema tecnológico inovador, os cientistas estudaram a anatomia visual e cerebral do gafanhoto e as suas capacidades de resposta quando é alertado para uma possível colisão.


Os gafanhotos possuem um método único de processar informação, através de sinais elétricos e químicos. Esta função permite-lhes ser extramente rápidos e precisos em resposta aos sinais de alerta, impedindo as colisões.

O objetivo do Motor de Controlo Visualmente Estimulado (VSMC, sigla em inglês) é reduzir o maior número possível de acidentes e salvar vidas nas estradas.

Esta tecnologia é composta por dois sensores que captam imagens do estado do trânsito, enviando-as de seguida para um sistema de controlo simples. Por sua vez, este mecanismo estabelece a comunicação com o condutor e informa-o dos possíveis riscos que poderão surgir durante a sua viagem.

“Inspiramo-nos no gafanhoto, no seu sistema visual e na forma como interage com o mundo exterior. Quisemos replicar esse sistema num software e num hardware que pudesse ser usado em várias situações”, explica o professor Shigang Yue, no site oficial da Universidade de Lincoln.

De acordo com o professor, se este sistema – que por agora foi testado num robô – for usado nas estradas, pode dar aos condutores a capacidade de prever possíveis colisões e de reagir de forma muito mais célere a eventuais perigos.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close