Ciência

Estados Unidos distinguem laboratório da U. Porto

O Laboratório de Hidrobiologia e Ecologia do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), no Porto, foi, recentemente por uma agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos.
Versão para impressão
O Laboratório de Hidrobiologia e Ecologia do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), no Porto, foi, recentemente, distinguido pelo Centro de Controlo e Prevenção de Doenças CDC Atlanta, agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos. 
 
A entidade atribuiu ao laboratório da Universidade do Porto (U.Porto) um “Certificado de Desempenho”, que distingue a participação portuguesa em vários exercícios de intercalibração realizados, durante o ano de 2014 no âmbito do programa “Ensuring the Quality of Urinary Iodine Procedures” (2014EQUIP).
 
Numa nota publicada no site de notícias da Universidade do Porto, a instituição explica que a distinção reconhece o laboratório portuense “como parceiro capaz de realizar, com sucesso, o doseamento de iodo em urina humana através de um dos métodos certificados para o efeito”. 
 
Segundo a U. Porto, o doseamento de iodo na urina “é o método mais expedito para a avaliação do estatuto em populações humanas”, sendo particularmente importante porque “a deficiêcia em iodo pode conduzir a atrasos no desenvolvimento físico e mental das crianças e, mais tarde, ao bócio”. 
 
Liderado por Adriano Bordalo e Sá, o Laboratório de Hidrobiologia e Ecologia do ICBAS, que entrou em atividade em 1993, faz parte de um restrito grupo entre 183 laboratórios mundiais que participaram no programa.

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close