Cultura

Escultura em Lanzarote para homenagear Saramago

A localidade espanhola de Tías, na ilha de Lanzarote, vai homenagear o escritor José Saramago com uma escultura. A homenagem vai ser inaugurada naquela ilha do arquipélago das Canárias no próximo dia 18 de Março.
Versão para impressão
A localidade espanhola de Tías, na ilha de Lanzarote, vai homenagear o escritor José Saramago com uma escultura. A homenagem vai ser inaugurada naquela ilha do arquipélago das Canárias no próximo dia 18 de Março.
 
Em comunicado, a Fundação José Saramago explica que a escultura “de quase cinco metros em aço, a colocar na rotunda que dá acesso ao complexo da Casa e da Biblioteca do escritor, em Tías (…) representa uma oliveira feita com as letras iniciativas de José Saramago – o tronco é um jota, os ramos são esses”.
 
Para Inés Rojas, conselheira do Bem-Estar Social e da Cultura do Governo das Canárias ouvida pela agência EFE, a escultura, que, assim, ficará nas imediações da antiga residência do Nobel português, pretende deixar uma marca, através de uma imagem representativa de Saramago, da sua presença em Lanzarote, onde nasceram várias das suas criações literárias.


A escultura de homenagem a Saramago será inaugurada em Março
 

Já Pilar del Río, viúva do escritor e presidente da fundação, destacou a importância do facto de representantes de várias instituições distintas e de diferentes cores políticas se terem sentado em redor de uma mesa para determinar a colocação da escultura naquele local e em nome da cultura, “algo que fazia parte do espírito de Saramago”.
 
A escultura será inaugurada no dia em que se assinala o segundo aniversário da abertura da Casa e da Biblioteca de José Saramago ao público, é da autoria de José Perdamomo e foi feita a partir de um desenho de Esther Viña, ambos artistas naturais de Lanzarote.
 
José Saramago, galardoado, em 1998, com o Prémio Nobel da Literatura, instalou-se em Tías em 1993 e, segundo a fundação, “foi em Lanzarote que escreveu o 'Ensaio sobre a Cegueira' (1995) e todas as obras que se seguiram”. Foi também naquela localidade que o escritor português faleceu, a 18 de Junho de 2010.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close