Sociedade

Escolas melhoraram na qualidade e equidade

Portugal é o sexto país da OCDE cujo sistema educativo compensa melhor as assimetrias socioeconómicas, estando a diminuir as diferenças entre alunos com melhores desempenhos e aqueles com piores desempenhos, segundo os resultados do Programa Internac
Versão para impressão
Portugal é o sexto país da OCDE cujo sistema educativo compensa melhor as assimetrias socioeconómicas, estando a diminuir as diferenças entre alunos com melhores desempenhos e aqueles com piores desempenhos, segundo os resultados do Programa Internacional de Avaliação de Alunos 2009 que será discutido esta segunda-feira na Fundação Calouste Gulbenkian.

A sessão “Evolução da Qualidade e da Equidade no Sistema Educativo Nacional (Pisa 2000-2009)”, inserida nos Encontros Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA) 2009, contará, no encerramento, com a presença da ministra da Educação, Isabel Alçada.

Em declarações à Agência Lusa, o representante português ao comité do PISA, Pinto Ferreira, afirmou que “a escola portuguesa, para além de ter melhorado em termos de qualidade, melhorou também e substancialmente em termos de equidade”.

“Estão a diminuir as diferenças entre os alunos com melhores desempenhos e os alunos com piores desempenhos, o que é muito importante”, garantiu.

Segundo Pinto Ferreira a OCDE define um índice relacionado com o estatuto socioeconómico e cultural dos alunos.

“O que é interessante é que em Portugal esse índice tem um pequeno impacto. Nós temos alunos com um estatuto socioeconómico e cultural muito débil e com resultados muito bons”, observou.

“O nosso sistema educativo tem evoluído, quer do ponto de vista da qualidade quer da equidade”, sublinhou.

Pinto Ferreira explicou que estes encontros estão a ser promovidos com o objectivo de analisar o programa.

“Em dezembro foram apresentados os resultados de Portugal que melhoraram significativamente. Tivemos tipicamente mais 20 pontos em termos do desempenho a leitura, matemática e ciências”, recordou.

Em comunicado enviado às redacções, o Ministério da Educação avança que “os resultados do PISA 2009 revelam que Portugal é o 6.º país cujo sistema educativo melhor compensa as assimetrias socioeconómicas” e que “é um dos países com maior percentagem de alunos de famílias desfavorecidas que atingem excelentes níveis de desempenho em leitura”.

[Notícia sugerida pelas utilizadoras Patrícia Guedes e Raquel Baêta]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close