Sociedade

Escolas dão novo impulso ao setor da construção

O setor da construção e obras públicas registou no segundo trimestre um aumento de 22,1% de novas encomendas em comparação com o mesmo período no ano passado. O Instituto Nacional de Estatística (INE) explica este crescimento pelo aumento da componen
Versão para impressão
O setor da construção e obras públicas registou no segundo trimestre um aumento de 22,1% de novas encomendas em comparação com o mesmo período no ano passado. O Instituto Nacional de Estatística (INE) explica este crescimento pelo aumento da componente pública com a construção de novos edifícios escolares.

Este crescimento é um sinal positivo para o setor da construção que tem sido dos mais afetados pela crise, pelo desemprego, pela quebra nas adjudicações e contenção orçamental.

Os dados do INE revelam que o segmento construção de edifícios registou no segundo trimestre de 2010 um aumento homólogo de 12,2% (que compara com uma queda de 21,4% no trimestre anterior). No entanto, segundo o INE, excluindo os edifícios escolares, este segmento registou uma queda de 9,6%.

Já a componente de obras de engenharia apresenta um comportamento mais favorável do que a construção de edifícios, tendo subido 38,5% em termos homólogos.

Os dados ontem divulgados pelo INE vêm assim reanimar o setor, que, segundo a Federação da Construção, FEPICOP, perdeu 140 mil trabalhadores desde 2002, com a produção a cair 31%.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close