Sociedade

Escola Amiga da EPI esclarece sobre epilepsia

Ao longo do ano letivo 2010/2011 uma equipa de especialistas médicos deslocar-se-á de forma gratuita a todas as escolas de Ensino Regular, Ensino Especial e Instituições/ATL que solicitarem junto da EPI - Associação Portuguesa de Familiares, Amigos e
Versão para impressão
Ao longo do ano letivo 2010/2011 uma equipa de especialistas médicos
deslocar-se-á de forma gratuita a todas as escolas de Ensino Regular,
Ensino Especial e Instituições/ATL que solicitarem junto da EPI –
Associação Portuguesa de Familiares, Amigos e Pessoas com Epilepsia, a
presença da equipa Escola Amiga para falar sobre a doença.

O objetivo é ajudar as muitas crianças e jovens diagnosticadas com epilepsia em Portugal e minimizar o impacto negativo que a doença possa acarretar na aprendizagem e integração académica do aluno.

Esta iniciativa, inédita a nível europeu, surgiu pelas dificuldades reais enfrentadas por pais e familiares de crianças com epilepsia na procura de uma escola onde os seus filhos possam estar integrados e lhes seja dada a resposta adequada face a ocorrência de uma crise epiléptica.

Para Nelson Ruão, Presidente da EPI, “a sensibilização para a epilepsia no contexto escolar revela-se especialmente importante pois é na escola que as crianças passam a maior parte do tempo  e desenvolvem as suas competências psicossociais.”.

Muitas crianças com epilepsia não revelam dificuldades no desenvolvimento psicossocial e cognitivo, mas alguns estudos referem que a patologia pode estar associada a problemas de comportamento e aprendizagem. Estas dificuldades são frequentemente ampliadas pelo preconceito e pelo estigma que derivam do desconhecimento sobre a doença e do desconforto perante as crises epilépticas.

Em Portugal existem cerca de 50 mil pessoas com epilepsia. Anualmente surgem 4 mil novos casos, na sua maioria crianças e adolescentes. Esta é uma doença que tem como ponto de partida uma perturbação do funcionamento do cérebro, devido a uma descarga anormal de alguns ou quase da totalidade das células cerebrais.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close