Mundo

Empresa portuguesa faz mega foto de Barack Obama

A empresa tecnológica portuguesa Digisfera colaborou com o jornal norte-americano Washington Post na criação de uma fotografia panorâmica da tomada de posse do presidente dos EUA com um milhão de pixeis.
Versão para impressão
A empresa tecnológica portuguesa Digisfera colaborou com o jornal norte-americano Washington Post na criação de uma fotografia panorâmica da tomada de posse do presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama, com um milhão de pixeis. 
 
“O Washington Post contactou-nos para utilizar o nosso sistema e fez uma fotografia de alta definição” onde é possível ver com o máximo detalhe a tomada de posse do presidente e as pessoas que estiveram presentes no evento, explica Manuel Cabral, um dos sócios fundadores da empresa, à agência Lusa.

Com a aplicação do sistema da Digisfera, o projeto permite que as pessoas visitem o site do diário norte-americano e que se identifiquem na fotografia em que estiveram presentes através de “tags” (legendas), permitindo ainda a sua partilha em redes sociais. Neste momento, mais de 1.500 pessoas registaram a sua identificação na imagem. “As pessoas passaram a poder partilhar com os amigos o evento onde estiveram”, realça Manuel Cabral.

A Digisfera é uma empresa familiar criada pelo pai António Cabral, fotógrafo de profissão que se especializou em fotografia de 360º, tecnologia que permite ter um experiência interativa multimédia e visitar um espaço em realidade virtual, e em fotografia panorâmica e de alta definição, tendo se instalado no Tagus Parque, em Oeiras.

Experiência interativa e multimédia

O projeto conta com a colaboração do filho, Manuel Cabral, especializado na área de informática, que regressou da Holanda, onde trabalhou na Agência Espacial Europeia (sigla em inglês ESA). Para António Cabral o apoio do filho “foi a mola propulsora” para iniciar um negócio que “ninguém tinha feito, pelo menos em Portugal, e criar uma empresa inovadora”, a que se juntou Patrícia Amaro, designer vinda de Madrid.

Os dois sócios da Digisfera salientam que o processo de internacionalização “foi bom” e dão destaque aos níveis de faturação global em 35 por cento, referentes a 2012, e à previsão para este ano que se situa entre os 45 e os 50 por cento. Manuel Cabral refere que “os clientes [no mercado externo] são empresas e agências de marketing internacionais que trabalham no domínio da fotografia panorâmica”.

A empresa portuguesa tem os olhos postos em Ásia, África e América do Sul, onde a tecnologia ainda não se começou a desenvolver. Manuel Cabral acredita que “o futuro passa também por aí, uma vez que à medida que existirem mais pessoas a trabalhar nesta área, o mercado potencial vai igualmente aumentar”.

Peugeot, Adidas e Turismo de Lisboa 

O primeiro projeto internacional de grande visibilidade da Digisfera foi o Spot3008, em Inglaterra, para uma campanha publicitária na Internet ao Peugeot 3008 Crosover, que consistiu na criação de uma fotografia giga pixel de Londres onde vinte automóveis Peugeot 3008 foram colocados em pós-produção, em diversos locais da cidade.

A Digisfera desenvolveu ainda alguns projetos na área do desporto, tendo ganho o patrocínio da Adidas para a aplicação da tecnologia numa partida de râguebi entre a Itália e os All Blacks da Nova Zelândia.

Manuel Cabral salienta que a empresa tem “conseguido clientes de peso a nível nacional” e adianta que tem “um projeto muito grande em mãos para a rota do românico no norte”. Quando começámos, a crise já se tinha iniciado. Por isso, eu não sei o que é ter uma empresa fora de crise”, sublinha o sócio quando questionado pela Lusa sobre os eventuais efeitos que a atual crise poderia ter na Digisfera.

A empresa iniciou a sua atividade no mercado nacional há dois anos em parceria com o Turismo de Lisboa, oferecendo aos visitantes do site http://www.visitlisboa.com a possibilidade de visitar virtualmente os locais mais emblemáticos da capital. Agora, a Digisfera está a trabalhar no projeto do roteiro do fado, lançado no passado mês de Novembro.

A nível internacional, a empresa tem ainda colaborado em festivais de música, como é o caso do Canadá, tendo em vista também um novo negócio na área da fotografia panorâmica o qual o sócio-gerente, António Cabral, não quis revelar, neste momento, à Lusa.

Clique AQUI para visualizar a gigantesca fotografia da tomada de posse.

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close