Ambiente

Empresa japonesa põe fim a testes em animais

A marca de cosméticos japonesa Shiseido anunciou que vai deixar de testar os seus produtos em animais, a partir do mês de Abril.
Versão para impressão
A marca de cosméticos japonesa Shiseido anunciou que vai deixar de testar os seus produtos em animais. A empresa está solidária com a recente decisão da União Europeia que vai proibir a venda de produtos testados em animais já a partir de 11 de Março.
 
O fabricante vai pôr em prática esta alteração a partir do próximo mês de Abril, em todas as suas unidades de produção, incluindo as empresas com quem colabora. A segurança dos cosméticos da Shiseido vai passar a ser comprovada com a ajuda de resultados de experiências anteriores e de testes em humanos voluntários.
 
O grupo japonês afirmou no seu site oficial que vai “trabalhar rigorosamente de forma a garantir a segurança dos cosméticos, para que os clientes possam sentir-se seguros em relação ao seu uso, e também de forma a respeitar a proteção animal”.
 
A luta com mais de 20 anos da marca inglesa The Body Shop e da associação Cruelty Free Internacional começa a fazer efeito, depois de as duas entidades terem convencido a União Europeia a alterar as leis que não protegem os direitos dos animais.
 
A partir de dia 11 de Março todos os fabricantes europeus vão estar proibidos de utilizar animais para a realização de experiências com produtos de todos os tipos, desde a higiene até à beleza.
 
[Notícia sugerida por Ana Oliveira e Piedade Coelho]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close