Mundo

Egito: cordão humano protege Museu do Cairo

Para proteger as milhares de antiguidades no Museu do Cairo, no Egito, das violentas manifestações que exigem a queda do presidente Hosni Mubarak, jovens egípcios formaram este sábado uma corrente humana em torno do Museu do Cairo para protegê-lo dos
Versão para impressão
[Fotografia: © AFP]

Para proteger as milhares de antiguidades no Museu do Cairo, no Egito, das violentas manifestações que exigem a queda do presidente Hosni Mubarak, jovens egípcios formaram este sábado uma corrente humana em torno do Museu do Cairo para protegê-lo dos confrontos.

Conforme avança a agência noticiosa AFP, dezenas de pessoas cercaram o museu, no centro da capital – que alberga, por exemplo, a célebre máscara mortuária do faraó Tutankamon.

A Irmandade Muçulmana, principal força de oposição do Egito, disse que está a recrutar membros para organizar comités de vigilância nos bairros da cidade, para proteger estabelecimentos públicos e privados.

“Escolhemos alguns membros para formar comités de vigilância nos bairros, e estes ficarão espalhados pela capital tentando proteger as propriedades”, indicou Salah Abdelraouf.

Vários casos de saques já foram registados no Cairo e em outras cidades do país em meio à onda de protestos, cujo objetivo é a queda do presidente Mubarak, de 82 anos, há 30 no poder.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close