Em Destaque Negócios e Empreendorismo

Economia portuguesa acelera

As exportações são uma das maiores razões para crescimento do PIB
Versão para impressão
por redação

Conforme o anunciado hoje pelo INE (Instituto Nacional de Estatística), o Produto Interno Bruto (PIB), em termos homólogos, aumentou 2,8% em volume no primeiro trimestre de 2017 (2,0% no trimestre anterior).

Esta aceleração resultou do maior contributo da procura externa líquida, que passou de negativo para positivo, refletindo a aceleração em volume mais acentuada das Exportações de Bens e Serviços que a das Importações de Bens e Serviços. A procura interna manteve um contributo positivo elevado, embora inferior ao do trimestre precedente, verificando-se uma desaceleração do consumo privado e uma aceleração do Investimento.

Comparativamente com o 4º trimestre de 2016, o PIB aumentou 1,0% em termos reais (variação em cadeia de 0,7% no trimestre anterior). O contributo da procura externa líquida para esta variação em cadeia do PIB passou de negativo para positivo, observando-se um significativo aumento das Exportações de Bens e de Serviços, mais elevado que o das Importações de Bens e Serviços.

O contributo da procura interna diminuiu de forma expressiva devido, principalmente, ao comportamento do Investimento, verificando-se um contributo negativo da Variação de Existências. O contributo da FBCF foi positivo no primeiro trimestre de 2017, mas inferior ao observado no trimestre anterior.

 

fonte: INE

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close