Inovação e Tecnologia

E-municípios: quatro autarquias premiadas

As Câmaras de Almada, Águeda, Pombal e Portalegre foram distinguidas esta quinta-feira com os prémios "e-municípios", criados em 2009 pelo Governo e que avaliam os serviços on-line disponibilizados pelas 308 autarquias, noticia a Lusa.
Versão para impressão
As Câmaras de Almada, Águeda, Pombal e Portalegre foram distinguidas esta quinta-feira com os prémios “e-municípios”, criados em 2009 pelo Governo e que avaliam os serviços on-line disponibilizados pelas 308 autarquias, noticia a Lusa.

No âmbito deste serviço foram avaliados 10 tipo de serviços disponibilizados via Internet pelas câmaras municipais, nomeadamente o acesso e navegação, a personalização, a disponibilidade e a sofisticação.

Os prémios entregues esta quinta-feira distinguiram os municípios nas categorias de Maturidade, Sofisticação e Disponibilidade.

“Globalmente os sites dos municípios podem ter grandes melhorias”, afirmou na ocasião ao directora-geral das autarquias locais, Eugénia Santos, depois de explicar que o trabalho, desenvolvido ao longo de quatro meses em 2009, foi feito por uma entidade externa e “sem que os municípios tivessem conhecimento de que estavam a ser avaliados”.

Em declarações à Lusa, a presidente da Câmara de Almada, que arrecadou um prémio em cada uma das categorias distinguidas (Disponibilidade, Sofisticação e Maturidade), destacou a importância de premiar «as políticas desenvolvidas pelos municípios”, realçando que, no caso da sua autarquia, “a equipa é pequena e altamente qualificada”.

“Temos uma metodologia de trabalho em rede. Isto prova como se podem fazer coisas boas com pequenas equipas”, adiantou a autarca Maria Emília de Sousa.

Na intervenção que fez antes da entrega dos prémios, que contou com a presença de alguns presidentes de câmara, a secretária de Estado da Modernização Administrativa, Maria Manuela Leitão Marques destacou a importância do simplex autárquico, a que já aderiram 61 autarquias, na melhoria da qualidade da prestação de serviços aos cidadãos.

“A pressão sobre as autarquias é maior do que sobre o poder central porque estão mais próximas dos cidadãos”, afirmou a governante, sublinhando que a modernização é decisiva para “aumentar a competitividade dos territórios, a capacidade de atrair pessoas e de atrair negócios”.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close