Desporto

Dulce Félix entre as primeiras na Maratona de Boston

A atleta portuguesa alcançou o nono lugar na Maratona de Boston, em Nova Iorque, esta segunda-feira. Sempre entre as primeiras classificadas, Dulce Félix cumpriu 2:30:05 horas de prova e foi a primeira europeia a cruzar a linha de chegada.
Versão para impressão
Perante a tragédia que, esta segunda-feira, atingiu a Maratona de Boston, as conquistas dos atletas perdem significado. Mesmo assim, há que destacar o resultado da atleta Dulce Félix que alcançou o nono lugar na corrida. Sempre entre as primeiras classificadas, Dulce Félix cumpriu 2:30:05 horas de prova e foi a primeira europeia a cruzar a linha de chegada.
 
A Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) dá destaque ao resultado da maratonista que “sonhou onde Rosa [Mota] foi feliz”. Dulce Félix “apenas deslocou-se do grupo de comando por volta dos 15 quilómetros de prova, mas recuperou rapidamente e logo após os 25 quilómetros tomou a liderança da prova”, explica a FPA na sua página oficial.
 
Dulce Félix tinha o desejo de bater a sua marca pessoal de 2011 de 2:25:40 horas, mas acabou por ficar a pouco menos de 5 minutos de o cumprir. As dores musculares aos 38 quilómetros do percurso da maratona impediram a atleta de melhorar o seu tempo, mas Dulce Félix salienta que manteve a luta “até ao fim, porque queria mesmo acabar a prova”.
 
A federação salienta o esforço da atleta portuguesa que “esteve sempre entre as primeiras classificadas” na luta pelos primeiros lugares numa das mais famosas corridas de maratona do mundo. A queniana Rita Jeptoo, que já havia vencido em 2006, foi a mais rápida, tendo completado a prova de 42.195 quilómetros em 2:26:25 horas.
 
A mais antiga maratona anual do mundo já assistiu por três vezes a vitórias portugueses, todas elas conquistadas pela atleta Rosa Mota, nos anos de 1987, com 2:25:21 horas, de 1988, 2:24:30 horas, e de 1990, com 2:25:24 horas.

Autoridades dos EUA suspeitam de terrorismo

Este ano, a maratona ficou marcada pela tragédia, devido a explosões que causaram a confusão naquele que é um dos maiores eventos desportivos dos Estados Unidos.

As duas fortes explosões deixaram pelo menos três mortos e mais de cem feridos. O FBI pretende realizar “um potencial inquérito sobre terrorismo”.

 
 

Notícia sugerida por Carla Neves

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close