Saúde

Doentes vão poder escolher marca de fármacos

Segundo as declarações proferidas esta sexta-feira pelo secretário de Estado da Saúde, Óscar Gaspar, a propósito da cerimónia de celebração do Dia do Farmacêutico, os doentes vão ter a liberdade de escolher a marca dos medicamentos que compram, desde
Versão para impressão
Segundo as declarações proferidas esta sexta-feira pelo secretário de Estado da Saúde, Óscar Gaspar, a propósito da cerimónia de celebração do Dia do Farmacêutico, os doentes vão ter a liberdade de escolher a marca dos medicamentos que compram, desde que respeitem a substância ativa prescrita pelo médico.

O Ministério da Saúde vai avançar para a elaboração de protocolos terapêuticos em conjunto com a Ordem dos Médicos e com a comunidade científica para permitir esta possibilidade de escolha ao cidadão.

“A ideia é atribuir ao cidadão a capacidade de escolher os medicamentos mais baratos dentro da terapêutica que o médico prescreveu”, explicou Óscar Gaspar aos jornalistas.

No entanto, o governante sublinhou que não será posta em causa a decisão do médico em última instância e que haverá a possibilidade de os clínicos “trancarem em absoluto” o medicamento de marca, caso se justifique.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close