i9magazine

Detergentes ecológicos

Versão para impressão

A EcoXperience, uma start-up formada em 2016 por um grupo de químicos da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), acaba de obter 700 mil euros de financiamento do Programa PT2020 para desenvolver detergentes ecológicos a partir de óleos alimentares usados.

Esta verba vai ser aplicada no desenvolvimento da One-N-Done, uma cápsula 100 por cento “verde” que converte os óleos alimentares usados, um resíduo altamente poluente – 1 litro de óleo contamina até um milhão de litros de água -, em diferentes detergentes (lava chão, limpa vidros, sabonetes, lava loiça, entre outros), de forma praticamente automática e a baixo custo.

O projeto, que envolve uma dezena de investigadores do Departamento de Química da FCTUC, a Tecnocanto e o grupo Sonae, prevê que esta cápsula esteja no mercado dentro de dois anos, uma vez que a EcoXperience já criou uma tecnologia para transformar os óleos usados em agentes de limpeza através de uma proteína que funciona como biocatalizador.

Esta tecnologia, em processo de patenteamento, recorre a uma proteína existente no corpo humano, produzida pelo pâncreas para processar as gorduras ingeridas. Na prática, «a fórmula desenvolvida pela EcoXperience, em parceria com a Universidade de Coimbra, mimetiza o que acontece no corpo humano, ou seja, transforma os triglicerídeos presentes nos óleos usados em novos componentes», explicam César Henriques e Filipe Antunes, dois dos fundadores desta start-up da FCTUC.

Sustentada na filosofia da Economia Circular – uma economia que tem como premissa a transformação de resíduos em produtos inovadores -, a EcoXperience pretende disponibilizar, tanto para o setor industrial como para uso doméstico, «uma cápsula idêntica à que colocamos na máquina de lavar roupa ou loiça, “recheada” com todos os agentes necessários para a transformação do óleo usado e os ingredientes essenciais para os vários produtos de limpeza (perfume, corantes, etc.). Assim, valorizamos um resíduo e fornecemos detergentes altamente ecológicos, sem produtos químicos agressivos para o ambiente como acontece na generalidade com os atuais detergentes», salientam César Henriques e Filipe Antunes.

«O objetivo é democratizar a forma como as pessoas têm acesso aos detergentes, permitindo obter produtos de origem vegetal eficazes e amigos do ambiente, economizando tempo e dinheiro. Estima-se que a One-N-Done permita ao utilizador final uma poupança média anual de 45% em detergentes», garantem os também investigadores.

A pensar no mercado internacional, a start-up está a efetuar um levantamento de todos os tipos de óleos que são usados a nível mundial «com o objetivo de encontrar uma solução para cada zona geográfica do globo ou mesmo desenvolver uma fórmula universal», adiantam ainda os responsáveis.

O conteúdo Detergentes ecológicos aparece primeiro em i9 magazine.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close