Ciência

Descoberto osso de um dos últimos homo erectus

NULL
Versão para impressão
Foi descoberto em França, numa gruta marítima situada em Lazaret no sudeste do país, o osso frontal de um homem com cerca de 170.000 anos, anunciou esta quarta-feira um grupo de cientistas.

O osso terá pertencido a um dos últimos Homo erectus, pelo que a descoberta poderá proporcionar importantes informações para entender a evolução de seu sucessor: o Homem de Neandertal.

O caçador nómada da Côte d'Azur francesa teria cerca de 25 anos quando morreu. Marie-Antoinette de Lumley, paleontóloga, explicou à AFP que conseguiram chegar à idade pelo facto de as suturas dentadas de seu osso frontal ainda não estarem soldadas.

“Com esta fronte, bastante baixa e esmagada, é possível ver uma parte do rosto”, acrescentou a cientista, que sublinhou a raridade da descoberta feita por um grupo de estudantes que participam nas escavações.

[Esta notícia foi sugerida por Raquel Baêta]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close