Ciência

Dengue: Vacina experimental dá 100% de proteção

100 por cento de sucesso. Este é o resultado do primeiro teste clínico em humanos de uma nova vacina contra o vírus da dengue, desenvolvida por cientistas do grupo norte-americano National Institutes of Health (NIH).
Versão para impressão
100 por cento de sucesso. Este é o resultado do primeiro teste clínico em humanos de uma nova vacina contra o vírus da dengue, desenvolvida por cientistas do grupo norte-americano National Institutes of Health (NIH).
 
No teste clínico, 21 voluntários receberam uma dose da nova vacina, enquanto os restantes 20 voluntários tomaram o placebo. Seis meses depois, todos os particpantes foram infetados com o vírus. Os resultados surpreenderam os investigadores: todos os voluntários que receberam a vacina, a TV003, ficaram protegidos contra o vírus, sendo que os participantes que receberam o placebo ficaram infetados. 
 
“Os resultados deste teste são muito encorajadores para os elementos da nossa equipa que estão há tantos anos a trabalhar numa vacina contra o dengue, uma doença que ainda causa sérios danos em grande parte do mundo e que, neste momento, é endémica em Porto Rico”, diz Stephen Whitehead, o investigador que liderou a pesquisa do NIH.
 
A febre da dengue, predominante sobretudo nos trópicos, é causada por por quatro vírus que são transmitidos através do mosquito Aedes, o mesmo mosquito que transmite o vírus Zika. Nos países onde o vírus é endémico, as populações desenvolveram imunidade à infecciono. Contudo, nas outras regiões, a infeção da dengue coloca as vítimas de contágio em risco de vida. Todos os anos cerca de 390 milhões de pessoas são infetadas com o vírus da dengue. 
 
Esta vacina experimental foi feita a partir de um versão enfraquecida de quatros vírus da dengue. Os participantes foram infetados com um serotipo (um subtipo) da dengue isolado no reino do Tonga, em 1974, e que causa apenas uma infeção ligeira. “Esta versão da dengue é muito útil (para os investigadores) porque permite inocular os voluntários sem causar problemas graves de saúde”, explica o especialista Whitehead em comunicado de imprensa. 
 
“Estamos muito satisfeitos por verificar que esta vacina forneceu proteção a todos os voluntários que a receberam”, conclui o investigador, acrescentando que o vírus da dengue é da mesma família do zika pelo que a equipa deseja, em breve, aplicar a sua experiência para desenvolver uma vacina contra o zika. 

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close