Sociedade

DECO: Pequenos gestos para poupar no dia-a-dia

No Dia Mundial da Poupança, que se assinala esta quarta-feira, o Boas Notícias relembra que é possível amealhar poupanças significativas nos pequenos gestos do dia-a-dia. Conheça os principais conselhos da DECO e recorde as dicas da nossa consultora
Versão para impressão

No Dia Mundial da Poupança, que se assinala esta quarta-feira, o Boas Notícias relembra que é possível amealhar poupanças significativas nos pequenos gestos do dia-a-dia. Conheça os principais conselhos da DECO e recorde as dicas da nossa consultora Ana Bravo para viver com qualidade sem gastar muito dinheiro.

Os cortes nos subsídios, o aumento do desemprego, a subida do IVA e de outros impostos estão a reduzir o poder de compra das famílias portuguesa. Mas mesmo em tempos de austeridade há coisas para aprender e que podem ser úteis no presente e no futuro, para adotar comportamentos de consumo mais responsáveis.

No Dia Mundial da Poupança, Fernanda Santos, da DECO, recorda que “nas compras do dia-a-dia, o consumidor deve fazer uma lista de compras dos bens que necessita antes de sair de casa. Deve ir com tempo livre para fazer as compras, de forma a conseguir comparar os preços. Atenção que os preços mais baixos não estão na direção dos olhos”.

Marcas brancas e produtos da época

De acordo com a responsável, “os produtos mais baratos não são de má qualidade” e é possível “poupar 800 euros se se optar por marcas próprias” da distribuição.

Aproveitar as promoções e os produtos de época e da região são outros dos conselhos que a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor deixa aos consumidores. “Quando se tem uma alimentação saudável, não é necessário pagar mais por alimentos enriquecidos”, alertou.

Cozinhar em casa

Tomar o pequeno-almoço em casa e levar as refeições para o trabalho poderá poupar mais de 100 euros por mês, além de conseguir garantir refeições mais saudáveis.

“É preciso que as pessoas se habituem a cozinhar mais em casa, até porque a subida do IVA torna mais caras as refeições fora”, realçou, acrescentando que também é recomendado “um melhor aproveitamento das sobras alimentares”.

Contas da casa e transportes

Em casa, a poupança de energia, água e gás, a par das telecomunicações, podem render muitos euros no final do mês, lembrou.

Utilizar mais os transportes públicos e andar a pé, em vez de depender em demasia do veículo próprio, também permite poupar, ainda mais numa altura em que os preços dos combustíveis estão muito elevados, sem esquecer os custos com as portagens e o estacionamento.

Para saber muito mais sobre poupança, em todas as áreas do quotidiano (alimentação, energia, roupa, cultura, entre outras) reveja os artigos da nossa consultora Ana Bravo na rubrica ABC da Poupança.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close