Em Destaque Gastronomia

D’ Bacalhau tem a melhor patanisca de Lisboa

O segundo e terceiro lugares foram atribuídos pelo júri, presidido por Maria de Lourdes Modesto, aos restaurantes Clube do Peixe e Casa do Bacalhau
Versão para impressão
O Peixe em Lisboa, evento gastronómico dedicado à cozinha de mar, cuja 11.ª edição decorre no Pavilhão Carlos Lopes até ao dia 15 de abril, realizou numa sessão aberta ao público, a grande final da 2ª Edição do Concurso da Patanisca de Lisboa que distinguiu em primeiro lugar o restaurante “D’ Bacalhau”, com as melhores pataniscas da região. O segundo e terceiro lugares foram atribuídos aos restaurantes “Clube do Peixe” e “Casa do Bacalhau”, respetivamente.

Desenvolvido pela organização do Peixe em Lisboa em colaboração com o conhecido gastrónomo Virgílio Gomes, também responsável pela prova do Melhor Pastel de Nata, o Concurso da Melhor Patanisca de Lisboa tem por objetivo evidenciar e promover as características com que as pataniscas se apresentam na região. É um desafio que pretende valorizar um elemento simples e típico da cozinha lisboeta, que tanto agrada aos locais como aos turistas que visitam a cidade.

A competir na 2ª Edição do Concurso da Patanisca de Lisboa estiveram outros sete restaurantes da região, nomeadamente; O Poleiro, Laurentina, Sem Dúvida, Taberna da Rua das Flores, Varanda de Lisboa do Hotel Mundial, Refúgio dos Sabores e a Casa da Comida. De referir que o Clube do Peixe, distinguido em 2º lugar, foi uma estreia na edição deste ano, a Casa do Bacalhau, classificada na 3ª posição, foi o restaurante que venceu a 1ª edição do concurso e curiosamente, o vencedor deste ano, ficou o ano passado na 3ª posição.

Cada concorrente apresentou dez pataniscas em embalagens não identificadas e os membros do júri efetuaram provas cegas, desconhecendo a identidade dos concorrentes. O júri pontuou as pataniscas numa escala de 0 a 10, analisando o “Aspeto”, o “Sabor e consistência do interior”, o “Equilíbrio entre os ingredientes”, a “Ausência de gorduras excessivas” e o “Sabor global”.

Para além da presidente do júri, Maria de Lourdes Modesto, a prova final contou com a presença do gastrónomo Virgílio Gomes, criador e organizador do concurso, a jornalista Alexandra Prado Coelho, o gastrónomo João Ceppas, o chefe e formador de cozinha Pedro Sommer Ribeiro e o blogger gastronómico Pedro Cruz Gomes

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close