Sociedade

Criminalidade teve baixa ligeira em 2010

O novo diretor nacional da PSP, Guedes da Silva, revelou na cerimónia de tomada de posse do cargo, esta segunda-feira, que houve um "ligeiro abaixamento" da criminalidade geral em 2010.
Versão para impressão
O novo diretor nacional da PSP, Guedes da Silva, revelou na cerimónia de tomada de posse do cargo, esta segunda-feira, que houve um “ligeiro abaixamento” da criminalidade geral em 2010.

A conclusão integra o próximo Relatório Anual de Segurança Interna que será conhecido no fim desta semana. Guedes da Silva adiantou ainda que a criminalidade grave e violenta foi “contida”, e mantém-se nos níveis de 2009, quando representou cerca de 6% do crime praticado em Portugal.

Em declarações aos jornalistas após a cerimónia de posse, no Ministério da Administração Interna, em Lisboa, Guedes da Silva afirmou que assume o cargo “numa época que exige diálogo permanente e adaptação ao contexto sócio-económico”.

Quanto à contenção orçamental imposta pela austeridade financeira, Guedes da Silva afirmou que este ano a PSP vai ter um “abrandamento de gastos” com que se espera uma poupança de 4,5 milhões de euros.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close